domingo, 30 de dezembro de 2012

FEBEAPÁ - Fesival de besteiras que assola o país



Stanislaw Ponte Preta, pseudônimo de Sérgio Brito, escritor, jornalista, humorista e compositor carioca falecido de infarto aos 45 anos em 1968 se vivo estivesse, provavelmente incluiria o comportamento de deputados baianos no rol da matéria que dá titulo a este comentário. Pelo seguinte: ao apagar das luzes do período legislativo do ano corrente na  Assembléia baiana  os parlamentares Luciano Simões (PMDB) e Álvaro Gomes (PCdoB) divergiram , alegando vários motivos, e conseguiram que não fosse concedida aos Juristas Joaquim Barbosa e Ricardo Lewandowski o título de cidadania deste estado para os   eminentes   membros  do STF brasileiro. Este políticos têm que entender  que esta comenda háverá de ser acertada previamente entre as partes, uma vez que cada caso é um caso e emborá seja uma grande honraria  ostentar  tão galardão os contemplados poderiam declinar de tal homenagem, alegando tempo, agenda, data inoportuna etc. Ademais estes legisladores  da Bahia devem  ser ilustres desconhecidos  dos  doutores da Suprema  Côrte     do Brasil e não estão à altura dos Ministros referidos, os quais são quase unanimidade nacional, principalmente pela condução do processo do mensalão, que chicoteou duramente o lombo da gatunagem política.
adayltonneves@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário