sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Operação Faro Fino combate sonegação fiscal em empresas de Salvador

A ação visa cumprir sete mandados de prisão e oito de busca e apreensão em nove empresas do comércio alimentício em Salvador nesta sexta-feira (28).

Uma operação conjunta da Secretaria da Fazenda (Sefaz) e do Ministério Público (MP) em parceria com a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-BA) cumpriu seis mandados de prisão e oito de busca e apreensão em nove empresas do comércio alimentício em bairros de luxo de Salvador nesta sexta-feira (28).
A quadrilha, que era investigada havia quatro anos, é acusada de sonegar R$ 19 milhões. Segundo a delegada Débora Freitas, titular da Delegacia de Crimes Econômicos e contra a Administração Pública (Dececap), o grupo era formado por 20 empresas que usavam 'laranjas' como sócios para ocultar patrimônio e sonegar impostos.
Os laranjas, segundo a delegada, era familiares dos donos das empresas, além de funcionários e ex-funcionários. "Isso é crime de lavagem de dinheiro e a gente vai recuperar isso para o Estado", comentou a delegada. Os mandados foram cumpridos em apartamentos e escritórios nos bairros de Aphaville, Pituba, Candeal, Bonfim e Brotas. Foram apreendidos grande quantidade de documentos, além de carros de luxo, como um Camaro, avaliado em cerca de R$ 200 mil. Os acusados, que ainda não tiveram os nomes divulgados, devem responder por crime contra a ordem tributária. O resultado da operação foi apresentado na sede da Dececap na manhã desta sexta.Tribuna da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário