PÁGINAS

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Exército é contra aprovação de projeto que criminaliza homofobia

O Exército, em comunicado enviado à Câmara dos Deputados, colocou-se contrário à aprovação do projeto de lei que criminaliza a homofobia no Brasil. Documento obtido pela Folha de S.Paulo assinado pela assessoria parlamentar do gabinete do comandante Enzo Peri afirma que a lei pode ter “efeito indesejável” para a instituição.  “A instituição é contra qualquer tipo de agressão ou violação a direitos humanos (..) no entanto, considerando as imprecisões contidas na proposta apresentada, (..) pode trazer efeitos indesejáveis para a Força”, diz o texto em questão. A Folha ainda coloca que defensores do projeto acreditam que o Exército esteja temendo que, com a lei aprovada, homens e mulheres que servem se declarem homossexuais abertamente.
O projeto de lei que a Força se declara contrário foi criado em maio de 2014 pela deputada Maria do Rosário (PT-RS).Bahia Noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário