PÁGINAS

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Vitória perde para o Inter e deixa escapar o bi da Copa do Brasil Sub-20


Na noite desta terça-feira (02), em partida disputada no Barradão, o Vitória deixou escapar o bicampeonato da Copa do Brasil sub-20. Campeão em 2012, o leão precisava vencer por 1 a 0 ou a partir de dois gols de diferença para ficar com o título, já que perdeu a partida de ida por 2 a 1. No entanto, o leão perdeu pelo mesmo placar do jogo de ida e o colorado sagrou-se campeão.
O JOGO
Apesar de jogar com a vantagem do empate para ser campeão, o Internacional não ficou na defesa e foi ao ataque. Aos poucos o Vitória foi equilibrando o jogo, mas as equipes abusavam dos erros de passe, principalmente quando estavam próximos do gol adversário. A primeira boa chance de gol foi acontecer aos 19 minutos. O atacante do Vitória, Gabriel, recebeu a bola dentro da área, girou e bateu com perigo, para fora.


Internacional abre o placar

A partida estava equilibrada, até o momento em que a defesa do Vitória cochilou e o Inter não perdoou. O atacante colorado, Alisson Farias, fez boa jogada e chutou de fora da área. O goleiro Ronaldo estava adiantado e acabou levando o gol por cobertura. Na sequência o rubro-negro quase empatou. Após cobrança de falta, o zagueiro Maracás desviou de cabeça, mas Jacsson estava atento e conseguiu fazer a defesa.

Vitória empata e vai para cima

Aos 34 minutos o rubro-negro conseguiu chegar ao empate. Após a bola ser tocada para o meio da área, a defesa do Internacional vacilou, mas Léo Ceará estava atento, se antecipou à zaga e empurrou a bola para o fundo da rede. Com o empate de 1 a 1, o leão precisava de um gol para, pelo menos, levar a decisão para os pênaltis. Sabendo disso, o time baiano foi para cima e quase virou o jogo aos 42 minutos. Wellington fez boa jogada pelo lado esquerdo, a bola foi alçada na área, mas Léo Ceará cabeceou para fora.



Segundo tempo

O Vitória começou assustando já na primeira chegada com menos de um minuto. Após falha da defesa gaúcha, a bola ficou com Léo Ceará, que caprichou, mas a bola foi para fora. Com o lance perigoso na primeira jogada da etapa final parecia que o leão iria com tudo para cima do colorado, mas não foi o que aconteceu. A partida ficou sem lances perigosos até que, aos 13 minutos, Wellington dominou a bola dentro da área, cortou para o meio, mas Jacsson fez grande defesa. Aos 29 a equipe gaúcha quase ficou novamente à frente do marcador. Rodrigo cobrou escanteio e quase fez gol olímpico, mas a trave salvou o rubro-negro. 

Inter fecha o caixão

Aos 31 minutos o técnico do Vitória, Carlos Amadeu, colocou o time para o ataque. Tirou o volante Ramon e colocou o atacante Rafaelson. Mas quem se aproveitou foi o time gaúcho dois minutos depois. Em contra-ataque fulminante, Leandro fez boa jogada e tocou na medida para Maurides, que ainda driblou o goleiro Ronaldo antes de recolocar o colorado em vantagem. A partir daí o Inter controlou a partida até o final para garantir o título inédito. Aos 47 o colorado quase fez o terceiro gol, mas a bola bateu na trave.

FICHA TÉCNICA
Vitória 1x2 Internacional
Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador/BA
Árbitro: Rafael Luis de Almeida Santos (BA)
Auxiliares: Daniella Coutinho Pinto (BA)  e  Paulo de Tarso Bregalda Gussen (BA)
Cartões amarelos: Vinicius (Vitória); Silva e Eduardo (Internacional)
Gols: Leo Ceará (Vitória); Alisson Farias e Maurides (Internacional)
 
Vitória:  Ronaldo; Guilherme,  Maracás, Vínicius e Euller; Ramon (Rafaelson), Flávio e David (Eudair); Wellington, Gabriel e Léo Ceará. Técnico: Carlos Amadeu.
 
Internacional: Jacsson;  William, Eduardo, Eriks e Geferson (Artur); Silva, Rodrigo, Everton (Leandro) e Andrigo;  Alisson Farias (Maurides) e Bruno Gomes. Técnico: Clemer

Nenhum comentário:

Postar um comentário