PÁGINAS

sábado, 22 de novembro de 2014

Presidente da Petrobras omitiu informações sobre propina devido a imposição de sigilo

A Petrobras divulgou uma nota, nesta sexta-feira (21), na qual explica que a presidente da companhia, Graça Foster, omitiu informações sobre o caso devido à imposição de sigilo do Ministério Público. O comunicado foi emitido por conta de acusações, por parte de parlamentares da oposição, de que a presidente teria mentido em depoimento à CPI sobre propina recebida por funcionários. Graça admitiu, na última segunda (17), ter recebido a informação de que o Ministério Público da Holanda descobriu pagamentos de propinas realizados pelo representante da petroleira no Brasil. No entanto, a informação passada até a ocasião era que nada havia sido descoberto durante apuração interna, realizada logo após a revelação da denúncia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário