PÁGINAS

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Rui cresce com apoios, porém Souto ainda venceria no 1º turno, aponta Ipespe/ BN

Rui cresce com apoios, porém Souto ainda venceria no 1º turno, aponta Ipespe/ BN
Os números da pesquisa Ipespe/ Bahia Notícias sofrem alterações quando os candidatos a governador da Bahia e ao Senado são associados a apoiadores, mas a posição deles não muda. O percentual mais significativo de diferença é o crescimento para 21% da dupla Rui Costa (PT), para governador, e Otto Alencar (PSD), para o senador, quando são citados os apoios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da presidente Dilma Rousseff (PT) e do governador Jaques Wagner (PT). Paulo Souto (DEM) e Geddel Vieira Lima (PMDB), candidatos ao governo da Bahia e ao Senado, respectivamente, teriam 42% das intenções de voto quando associados ao candidato a presidente da República Aécio Neves (PSDB) e ao prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). As candidatas do PSB, Lídice da Mata ao governo e Eliana Calmon ao Senado, ficariam com 8% das intenções de voto com os apoios de Eduardo Campos (PSB) e Marina Silva (PSB/Rede). No caso de Da Luz (PRTB), para governador, e Addson Gomes (PEN), para senador, com apoio de Levy Fidelix (PRTB), Marcos Mendes (PSOL), para governador, e Hamilton Assis (PSOL), para senador, com apoios de Luciana Genro e Randolfe Rodrigues, e Renata Mallet (PSTU), para governadora, com suporte de Zé Maria (PSTU), teriam 1% das intenções de voto cada. Brancos e nulos somariam 13% e não souberam ou não responderam chegaram a 12% dos entrevistados. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral sob protocolo BA-00009/2014 e possui intervalo de confiança de 95%, com margem de erro de 2,6% para mais ou para menos. Foram ouvidas 1.800, entre os dias 8 e 12 de agosto, em 75 municípios baianos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário