PÁGINAS

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

OMS diz que ebola está incontrolável na África e EUA inicia testes de vacina em humanos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou nesta sexta-feira (1) que o vírus do ebola está se alastrando a uma velocidade incontrolável. A doença já matou mais de 726 pessoas na África. “O vírus do ebola avança em maior velocidade que os esforços para controlá-lo", disse a diretora da OMS, Margaret Chan, destacando a possibilidade de "consequências catastróficas" para a humanidade. "Este encontro marca uma transformação da luta contra esta epidemia", disse Chan, ao participar hoje de uma cúpula regional sobre o ebola em Conacri, na Guiné "A situação na África Ocidental deve ser uma preocupação nacional", comentou a diretora da OMS. Ela também anunciou a convocação de uma reunião de urgência no dia 6 de agosto para "avaliar as implicações mundiais da epidemia". A informação sobre o descontrole da doença chegou ao mesmo dia em que o Instituto Nacional de Saúde dos EUA anunciou que iniciará o teste em humanos da vacina contra o ebola. Os trabalhos começarão em setembro e os primeiros resultados já poderão ser vistos no início de 2015. A agência do governo está trabalhando há anos no antídoto e já teve bons resultados nos testes em animais. O diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (Niaid, na sigla em inglês), Anthony Fauci, disse que "está trabalhando em parceria com a Food and Drug Administration (FDA) para terminar a primeira fase de experimentação o mais rápido possível". A FDA é um órgão do governo norte-americano para controlar, através de testes e pesquisas, os alimentos e os medicamentos que serão comercializados no país. A vacina está em sua primeira fase, que verifica se o medicamento trará efeitos colaterais às pessoas. Caso não seja encontrado nenhum problema, passa-se para a segunda fase, que testa a eficácia do medicamento. Desde o início da epidemia de ebola na África, foram registrados 1323 casos.. Bahia Noticias. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário