PÁGINAS

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Brotar Nascentes promove curso de Horta orgânica na Sapucaia, Zona Rural de Santo Antônio de Jesus

Nos últimos dias 24 e 25 o Brotar Nascentes, realizado pelo GANA e patrocinado pela Petrobras, ofereceu um curso de Horta Orgânica na comunidade da Sapucaia, Zona Rural de Santo Antônio de Jesus. O curso foi ministrado pelo Engenheiro Agrônomo André Leonardo junto com sua colega de profissão Patrícia Moura, tendo como público uma média de 40 agricultores da Associação de Pequenos Agricultores das Comunidades Sapucaia e Tabocal, que participam do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar). Foi discutido sobre agricultura convencional e orgânica, riscos e consequências do uso de agrotóxicos e maneiras simples para cuidar dos plantios sem prejudicar a saúde e o meio ambiente. O curso foi dividido em aula teórica e prática, nas quais os participantes puderam interagir, trocar experiências e praticar as novas formas de cuidados com a plantação de hortas em suas propriedades. Para o professor André Leonardo, é muito enriquecedor o contato com os agricultores, uma vez que ainda há muita desinformação. “Apesar dos meios de comunicação, as informações não veiculam normalmente, à medida que conseguimos dialogar diretamente com o agricultor, a gente consegue contextualizar parte do que acreditamos e consequentemente vamos encontrando novos adeptos prontos para reproduzir tais informações”, elucidou.
De acordo com a agricultora Iara Almeida Peixoto, o curso acrescentou muito, “já que muitos de nós tínhamos noção de que era importante fazer horta orgânica, mas não tínhamos nenhuma técnica de manejos, compostagem e das formas naturais que podem ser usadas no combate à praga nos alimentos”. Ela acrescenta que ser agricultor orgânico é o mesmo que contribuir para a segurança alimentar da família, vizinhança e consumidores como um todo. Foi tratado também sobre a importância da coletividade na questão agrícola. Muitos dos agricultores presentes no curso já praticavam o cultivo orgânico, no entanto, não tinham conhecimento específico do que praticava. “Se a comunidade tomar consciência de forma coletiva, vai ser muito mais fácil o reconhecimento como agricultores orgânicos e mais provável ter essa comunidade fornecendo produtos verdadeiramente orgânicos na região e consequentemente de melhor qualidade para o consumidor de maneira geral”, pontuou o ministrante do curso.
Assim, o curso findou deixando clara a importância e os benefícios da agricultura orgânica tanto para o consumo quanto para o produtor. Laiana Vieira. Ascom-Brotar Nascentes

Nenhum comentário:

Postar um comentário