PÁGINAS

domingo, 17 de agosto de 2014

Asteroide gigante pode se chocar com a Terra a 6,1 milhões de Km/h

Asteroide gigante pode se chocar com a Terra a 6,1 milhões de Km/h
Pesquisadores da Universidade do Tennessee, nos Estados Unidos, determinaram que um asteróide de 1 km de diâmetro, descoberto em 1950 e batizado de 1950 DA, pode se chocar com a Terra no dia 16 de março de 2880. Com base nos dados que os cientistas conseguiram coletar, até o momento, a chance de impacto com a Terra é de 1 em 300, o que torna a chance de colisão real. Ele gira rápido demais para seu tamanho, o que causa a chamada ‘gravidade negativa’, ou seja, se um astronauta tentasse ficar em sua superfície, seria sumariamente arremessado para o espaço. “Nós descobrimos que 1950 DA está girando mais rápido do que o limite de ruptura para sua densidade. Então, se apenas a gravidade estivesse segurando este monte de pedras em conjunto, como geralmente se supõe, elas voariam uma das outras. Portanto, forças de coesão devem estar segurando-as”, disse Joshua Emery, professor assistente no Departamento de Ciências da Terra e Planetária da universidade. O asteróide em questão poderá ser observado com mais detalhes a partir de 2032. O asteróide 1950 DA viaja a mais de 15 km por segundo e gira uma vez a cada duas horas e seis minutos e os cálculos preliminares mostram que, se o impacto ocorrer, ele deve cair no Oceano Atlântico a 6,1 milhões de Km/h, o que geraria um impacto de 44.800 megatons de TNT.B.noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário