PÁGINAS

terça-feira, 22 de julho de 2014

Rui Costa aposta em vantagem de Dilma Rousseff na Bahia em outubro

O candidato do governo do estado, Rui Costa (PT), demonstrou otimismo neste fim de semana quanto à campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT).Durante carreatas realizadas pela região Nordeste do estado, o petista enalteceu o trabalho de Dilma e prometeu ampliação do trabalho com a união com os governos federal e estadual.
“O Governo Federal ainda deve muito à Bahia e queremos mais e vamos buscar mais”, garantiu, dizendo que os baianos darão 3,5 milhões de votos para a presidente Dilma, reconhecendo o apoiou para a realização das grandes obras estruturantes, dos programas de inclusão social, a exemplo do Bolsa Família e Minha Casa Minha Vida, das cinco novas universidades federais, da ampliação dos programas de educação, sobretudo os voltados ao ensino profissionalizante.
“Peço o voto de confiança para fazer um governo ainda maior e melhor do que o de Wagner”, disse. “Não sou melhor que ele. Ele recebeu um estado em sucata e eu vou receber com a base feita. Por isso terei condições de fazer muito mais”, completou.Foto TVSAJ. Tribuna da Bahia.

Passando por sete municípios da região Nordeste, Rui repetiu o volume de carros, motos e bicicletas acompanhando as carreatas da chapa majoritária. Passando por Crisópolis, Itapicuru, Olindina, Nova Soure, Cipó, Ribeira do Amparo e finalizando com comício em Ribeira do Pombal, os candidatos foram recepcionados por uma multidão.

Mais de 10 mil pessoas ouviram as propostas dos candidatos e aplaudiram o governador Jaques Wagner quando ele disse que o trabalho realizado em sua gestão dá orgulho. “Em estradas, nenhum outro governo fez tanto: foram oito mil quilômetros. Em abastecimento de água, seis milhões de pessoas foram beneficiadas e mais 2 milhões com esgotamento sanitário”.

No sábado, o governador Jaques Wagner acompanhou o aliado petista em São Francisco do Conde, quando aproveitou para lembrar que o município é reconhecido no país por ter dado a maior votação ao ex-presidente Lula.

Em reconhecimento, lembrou o governador, a cidade foi escolhida para receber o segundo campus da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) do país.

Inaugurada no ano passado, funciona com cursos presenciais e à distância de licenciaturas. Até 2016, serão implantados cursos de engenharia e medicina para estudantes de todo o Brasil e de outros países que falam portuguê

Nenhum comentário:

Postar um comentário