PÁGINAS

quinta-feira, 31 de julho de 2014

O empresário LEONAN vê, na materialização do projeto PARQUE DOS LAGOS, em NAZARÉ, que seus sonhos não eram ufanistas

Por ANTONIO MASCARENHAS
Os grandes inventores, os grandes cientistas só ficaram consagrados quando, em que pese os entraves encontrados em suas trajetórias, as eclosões de  suas ideias foram cristalizadas. Por trás de tudo isso, os sonhos. Sonhos que, para muitos, eram utópicos, impossíveis de serem realizados. Cá em nossos rincões, especificamente em Nazaré das Farinhas, muitos também não acreditavam que suas ideias pudessem, em tão curto tempo, florescer. Referimo-nos, naturalmente, a LEONAN, empresário em Nazaré das Farinhas. Resoluto, ele jamais deixou de acreditar. Longe disso. Desnudando-se do imobilismo, foi à luta na certeza de que luzes existiram no fim do túnel. Nessa cartada, em meio às eventuais desconfianças, sabia que os passos deveriam ser comedidos, todavia, ousados. Nesse contexto procurou se inteirar quais as empresas que reuniam condições operacionais suficientes e, mais que isso, que esboçassem o olhar do empreendedorismo, com o escopo de quebrar paradigmas, romper casulos, transpor barreiras, enfim, ousar. Ao descobrir a G3 EMPREENDIMENTOS, em todas suas nuances, enfim, sacramentou seus intentos. Foto Antonio Mascarenhas 
PUBLICAREMOS VÍDEO DEPOIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário