PÁGINAS

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Ex-gay: "Americano garante que deixou de ser gay ao mudar alimentação"


Ativista antigay e membro do Partido Republicano, Jeremy Schwab afirma que certos alimentos substituem os "pecados sexuais" que o "impediam de ficar com as calças"
Jeremy Schwab, ex-gay que prega cura com almentação
Ator aposentado, o americano Jeremy Schwab garante que deixou de ser homossexual depois de ter mudado sua alimentação. Criador da organização Joel 2:25 International e filiado ao Partido Republicano, ele propõe a criação de uma lei que permita nos Estados Unidos um processo de 'cura gay' por meio da alimentação.
"Eu escrevi uma nova proposta de plataforma ao Partido Republicano e ela foi aprovada. Ele protege a liberdade de expressão, liberdade de religião, e o direito de autodeterminação", defendeu Schwab, em mensagem no seu perfil no Facebook. 
Nos EUA, praticas de "reversão de homossexualidade" são proibidas. Embora não dê detalhes sobre a tal dieta, Schwab afirma que certos alimentos substituem os "pecados sexuais" que o "impediam de ficar com as calças".
Schwab não divulga fotos atuais suas porque não quer se render a vaidade depois ter "encontrado o senhor". Ativista antigay, ele defende que lei entenda qualquer um que queira “deixar de ser gay”. "Trata-se de permitir que um terapeuta possa trabalhar com um cliente que procura voluntariamente a mudança", argumento o ex-ator. Ig

Nenhum comentário:

Postar um comentário