PÁGINAS

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Classificado como 'estranho', Cafu é expulso do vestiário da seleção


Capitão do pentacampeonato havia sido liberado por Felipão a cumprimentar jogadores no local.
O ex-jogador Cafu teve uma infeliz surpresa nesta terça-feira (8), ao tentar entrar no vestiário da seleção brasileira após a partida contra a Alemanha. De acordo com o capitão do pentacampeonato, ele foi impedido de entrar no local para cumprimentar os jogadores pelo presidente da Confederação Brasileira de Futebol, José Maria Marin.
"O presidente disse que não queria nenhuma pessoa estranha no vestiário. Fiquei surpreso quando fui praticamente expulso do vestiário porque o Marin disse que não queria ninguém estranho lá. Eu, humildemente, me retirei do vestiário" declarou Cafu, à Rádio ESPN.
Ainda de acordo com Cafu, não havia assédio de outros atletas ou personalidades no local. "Só vim aqui porque nesse momento os meninos precisam de apoio e foi isso que eu fui fazer no vestiário", concluiu o ex-jogador, que sentiu na pele em 1998 o que é uma derrota da Copa do Mundo.
Antes de ser barrado, Cafu havia conseguido falar com Luiz Felipe Scolari e Parreira. Foi Felipão, inclusive, quem o autorizou a ir ao vestiário dar "uma palavra de incentivo aos meninos".Reportagem iBahia.Correio da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário