PÁGINAS

sábado, 28 de junho de 2014

Suárez fala pela primeira vez após a punição e agradece apoio recebido

Calado desde que foi decretado de que teria que cumprir um gancho de nove partidas e um banimento de quatro meses dos gramados pela Fifa, Luis Suárez falou pela primeira vez neste sábado. Não alimentou a polêmica, muito menos tentou se defender por ter mordido o ombro do italiano Giorgio Chiellini na partida entre Uruguai e Itália, pela última rodada da primeira fase da Copa do Mundo, na última terça-feira. Pelas redes sociais, ele apenas agradeceu, antes de sua seleção encarar a Colômbia, às 17h, no Maracanã, pelas oitavas do Mundial.
Na volta a Montevidéu, capital do Uruguai, Suárez foi recebido como uma espécie de herói. Centenas de uruguaios lotaram as ruas e compareceram ao aeroporto no desembarque do atacante do Liverpool, em seu apoio. Foi a esse tipo de manifestação que Suárez se referiu em uma pequena declaração feita por sua conta no Twitter. - Olá a todos! Escrevo esta mensagem para dar graças a todas as amostras de apoio e carinho que estou recebendo. Tanto eu como minha família agradecemos muito. Muito obrigado por estar ao meu lado e quero que todos, hoje, apoiem aos meus companheiros de seleção para a partida contra a Colômbia - disse.Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário