PÁGINAS

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Para Azi, situação de moradores de rua é retrato do governo Wagner: 'pura incompetência'

Sobre as críticas à transferência de moradores de rua para abrigos municipais, alvo de ação civil por parte da Defensoria Pública do Estado (DPE), o deputado Paulo Azi, presidente do DEM na Bahia, afirmou, nesta terça-feira (3), que “representantes do governo petista aproveitam-se do momento da Copa para falar em ‘limpeza urbana’”. O processo cita o prefeito ACM Neto, o secretário de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), Henrique Trindade, e a presidente da Limpurb, Kátia Alves, por uso de força na retirada das pessoas das ruas. O titular da pasta e a prefeitura negam a acusação. O parlamentar acredita que o julgamento feito sobre as medidas tomadas pela prefeitura “não passam de jogo de cena dos que tentam desqualificar a administração de ACM Neto”. O democrata ainda atribui a situação encontrada pelo prefeito como o “retrato de um governo que teve sete anos para mudar a vida dessas pessoas e não conseguiu por pura incompetência”. Para ele, Neto "ordena a cidade, melhorou as condições dos moradores de rua e concedeu-lhes um pouco de dignidade", por acolhê-los em locais com mais conforto e segurança. Materia Bahia Noticias. Foto TVSAJ (www.tvsaj.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário