PÁGINAS

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Na véspera de Bósnia x Irã, Centro Aberto de Mídia recebe visita de líder espiritual dos muçulmanos na Bahia

Líder espiritual de muçulmanos na Bahia visita Centro Aberto de Mídia na véspera de Bósnia x Irã O líder espiritual dos muçulmanos na Bahia, Sheikh Abdul Ahmad visita, nesta terça-feira (24), às 10h, o Centro Aberto de Mídia da Bahia (CAM-BA), localizado no Centro Cultural da Câmara de Vereadores de Salvador (Praça Municipal, entre a Prefeitura e o Elevador Lacerda). Nesta quarta-feira (25), às 13h, a Arena Fonte Nova recebe o jogo Bósnia-Herzegovina x Irã, dois países não-árabes, mas de populações majoritariamente muçulmanas.
Durante a visita, o Sheikh Ahmad, que é nigeriano, estará à disposição dos jornalistas para falar sobre a cultura islâmica, as tradições e a religiosidade muçulmanas e as ligações históricas e culturais entre o Islã e a Bahia. Cerca de 500 muçulmanos de diversas origens - principalmente brasileiros, árabes e africanos - vivem na Bahia atualmente. A comunidade está em preparação para o Ramadã, mês sagrado dos islâmicos, que começa em julho próximo pelo calendário ocidental.
Os primeiros muçulmanos que chegaram à Bahia eram escravos africanos, chamados "malês". Em janeiro de 1835, participaram da Revolta dos Malês, que pretendia implantar um governo islamita no Recôncavo. Vencidos, os malês foram perseguidos - alguns deportados, outros enforcados. Entre os principais líderes do movimento estavam Manoel Calafate, Luís Sanim e Elesbão do Carmo.
Centro Islâmico
Todas as sextas, integrantes da comunidade muçulmana se reúnem no Centro Cultural Islâmico da Bahia (CCIB), situado no bairro de Nazaré (Rua Dom Bosco, nº190), em Salvador, para a oração sagrada, que começa às 12h30.
O CCIB é aberto de segunda a sábado, das 8 às 16 horas. Aos sábados, há aulas de educação e costumes da tradição islâmica, ministradas pelo sheik Ahmad. O Centro também dispõe de uma biblioteca com livros e artigos sobre o islamismo, aberta ao público.Secom  - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário