PÁGINAS

sábado, 21 de junho de 2014

França goleia Suíça e amplia média da Arena Fonte Nova

França goleia Suíça e amplia média de gols da Arena Fonte Nova
A seleção da França não desistiu de ampliar a sua média de gols nesta Copa do Mundo. Após vencer Honduras por 3 a 0, os franceses golearam a Suíça por 5 a 2 na Arena Fonte Nova, em Salvador. Com gols de Giroud, Matuidi, Valbuena, Benzema e Sissoko e os descontos de Dzemaili e Xhaka para os suíços, os franceses assumiram a liderança isolada do Grupo E da Copa do Mundo e garante a classificação para as oitavas de final com seis gols, enquanto a Suíça continua na segunda posição, com três pontos. A definição das vagas para a segunda fase do Mundial pode sair da partida entre Honduras e Equador, que acontece às 19h, na Arena da Baixada.

O jogo

A Suíça entrou em campo com Mehmedi e Seferovic como titulares, jogadores que entraram em campo durante a vitória por 2 a 1 sobre o Equador. Os franceses, por sua vez, entraram com Giroud no lugar de Pogba, um dos mais jovens destaques da equipe. A Suíça já começou o jogo tentando o primeiro chute a gol, mas a bola explodiu na defesa. A França reagiu com Benzema, que após uma tabela na entrada da área, mandou aos cinco minutos uma bola para a linha de fundo. A primeira substituição da Suíça foi forçada após Giroud acertar, acidentalmente, o rosto do zagueiro Von Bergen, que deixou o campo com a pálpebra sangrando. No lugar dele, entrou o defensor Senderos. A seleção da França voltou a cometer uma entrada dura nos suíços aos 11 minutos, desta vez com Debuchy na linha intermediária. Cabaye arriscou aos 12 minutos um chute forte de fora da área para o gol de Benaglio, mas a bola subiu demais e não levou perigo.
 
A seleção francesa abriu o placar com Giroud aos 17 minutos, após uma cobrança de escanteio de Valbuena. O jogador cabeceou próximo à marca do pênalti direto no ângulo esquerdo de Benaglio, que até alcançou a bola, mas não conseguiu impedir o tento. Um minuto depois, Matuidi ampliou o placar para os franceses. Numa falha da saída helvética, os franceses armaram um contra-ataque veloz e o meia Matuidi chutou rasteiro para o canto do goleiro Benaglio. A França ainda tentou marcar mais uma vez com Benzema aos 24 minutos, quando o jogador atacou com velocidade e arriscou para a defesa certeira de Benaglio. A Suíça esboçou uma reação quando o ataque chegou rápido e Inler chutou para marcar o gol. O atleta, porém, estava impedido e o tento foi invalidado. Depois disso, a seleção suíça perdeu o controle do jogo. A França conseguiu atacar com Giroud, que matou no peito, girou e bateu mas a bola subiu demais. Mehmedi reagiu com uma bomba de longe defendida por Lloris, que deu o rebote para Shaqiri. O meia suíço chutou cruzado e Seferovic perdeu a chance de empurrar para dentro no carrinho.
 
Aos 30 minutos do primeiro tempo, a França teve um pênalti marcado em seu favor. Benzema invadiu a área, pedalou e quase ultrapassou a linha de fundo com a bola. Apesar da falta de risco, Djourou empurrou o atacante e o pênalti foi marcado. Benzema bateu no canto e o goleiro Benaglio defendeu. O rebote sobrou para Cabaye, que chutou com força e a bola foi na trave. Apesar do pênalti perdido, a França ainda ampliou o placar no primeiro tempo. Aos 39 minutos da primeira etapa, a Suíça cobrou um escanteio e Giroud afastou de cabeça e saiu com velocidade para o contra-ataque. O jogador deixou Valbuena sozinho e o camisa 8 aproveitou a chance para marcar 3 a 0. Aos 41, Valbuena tentou marcar o seu segundo gol, quando Matuidi conseguiu passar por quatro no meio de campo e abriu para Benzema. O atacante cruzou na área e Valbuena tentou de primeira, mas o goleiro Benaglio defendeu no reflexo.

Segundo tempo
 
A Suíça chegou já buscando a reação. Mehmedi saiu com a bola em velocidade e invadiu a área francesa, mas o zagueiro Sakho afastou a bola de carrinho no primeiro minuto da segunda etapa. Apesar de os suíços precisarem de gols, a França continuou a aplicar pressão e barrar a saída de bola. A equipe helvética tentava arriscar de fora da área e teve duas cobranças de escanteio aos 7 minutos, mas a defesa francesa afastou as duas chances. Por sua vez, o ataque francês não estava satisfeito com os 3 a 0 aplicados e Giroud voltou a buscar espaço na zaga da Suíça. O chute, porém, passou direito pela esquerda da meta de Benaglio. A Suíça voltou a atacar com Dzemaili, que bateu com muita força e a bola passou raspando para a linha de fundo.

O ataque francês por pouco não marcou o quarto gol quando um bate-rebate na área da Suíça deixou os defensores perdidos. A bola sobrou para Benzema, que bateu de fora e a bola passou por cima do gol. As entradas de Pogba no lugar de Giroud e de Koscielny no lugar de Sakho, que deixou o campo mancando, colocaram a equipe francesa para segurar mais a bola no meio de campo. Mesmo assim, aos 21 minutos da segunda etapa, Benzema finalmente conseguiu marcar o seu terceiro gol na competição e o quarto gol da França na partida. Pogba lançou de trivela para o camisa 10 dos Blues, que ficou de cara com o goleiro e mandou por baixo das pernas de Benaglio.

A França não desistiu de aumentar a média de gols da Arena Fonte Nova. Evra conseguiu passar por trás da zaga aos 26 minutos da segunda etapa, invadiu a área e bateu de primeira por cima do gol. Logo depois, aos 27, Moussa Sissoko marcou o quinto gol dos Blues. O jogador recebeu de Benzema depois de uma bela troca de passes e bateu de chapa, de primeira, e ampliou ainda mais o placar. A Suíça conseguiu o gol de honra com uma cobrança de falta de Dzemaili. O jogador cobrou aos 34 minutos por baixo da barreira e enganou o goleiro Lloris, que não teve chances de defesa. A Suíça diminuiu ainda mais o placar com Xhaka aos 41 minutos do segundo tempo. Inler lançou uma bola na medida para o chute do camisa 10, que lançou uma bomba de canhota para a meta do goleiro Lloris. Benzema ainda marcou mais um no fim da partida, mas o gol não foi validado porque o juiz já havia apitado o fim do jogo.


FICHA TÉCNICA 
Suíça x França
Copa do Mundo
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 20 de junho, sexta-feira
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Bjorn Kuipers (NED)
Assistentes: Sander van Roekel (NED) e Erwin Zeinstra (NED)
Cartão amarelo: Cabaye (FRA)
Gols: Giroud, Matuidi, Valbuena, Benzema e Sissoko (FRA), Dzemaili e Xhaka (SUI).
 
Suíça: Benaglio; Lichtsteiner, Von Bergen (Senderos), Djourou e Ricardo Rodrigues; Xhaka, Behrami (Dzemaili), Inler e Shaqiri; Mehmedi e Seferovic (Drmic). Técnico: Ottmar Hitzfeld.
 
França: Lloris; Debuchy, Varane, Sakho (Koscielny) e Evra; Cabaye, Matuidi, Valbuena (Griezzmann) e Sissoko; Giroud (Paul Pogba) e Benzema. Técnico: Didier Deschamps.. Bahia Noticias
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário