PÁGINAS

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Em jogo de golaços e viradas, Holanda vence Austrália no Beira-Rio

Em jogo de golaços e viradas, Holanda vence Austrália no Beira-Rio
Quem apontava um triunfo tranquilo holandês ou até mesmo outra goleada se enganou, pelo menos, no enredo da história, mas não no capítulo final: vitória laranja. Em um jogo de viradas, com direito a golaços para os dois lados, a Holanda derrotou a Austrália por 3 a 2 na tarde desta quarta-feira (18), no Estádio Beira-Rio, e está muito próxima da classificação. Os gols do triunfo foram marcados por Robben, Van Persie e Memphis.


Com seis pontos, os holandeses podem assegurar a classificação de duas maneiras: não vitória da Espanha diante do Chile no jogo das 16h, no Maracanã, ou marcar um ponto na última rodada diante da seleção sul-americana, na próxima segunda-feira (23).

A vida dos australianos é muito mais complicada. Para sonhar com uma vaga nas oitavas de final, a Austrália precisa, primeiro, torcer por um triunfo da Espanha sobre o Chile nesta quarta-feira (18). Depois, vencer a atual campeão do mundo na  última rodada e, por fim, esperar uma vitória da Holanda sobre o Chile.

Jogo
A Austrália, para surpresa de muita gente, começou melhor nos primeiros 15 minutos. Marcando no campo adversário, sem dar espaço para Holanda trabalhar, foi a seleção que mais incomodou.


Aos 15, o meia Leckie fez boa jogada pela direita e tocou para Bresciano, que estava na entrada da grande área. O camisa 7 bateu forte, mas foi travado na hora do arremate e conquistou apenas o escanteio.


Golaço para os dois lados
Timidamente, a seleção europeia chegou ao ataque aos 17 minutos. Robben cobrou falta na área e, de cabeça, Van Persie desviou em direção ao goleiro australiano que apenas encaixou. Pouco depois, Robben mostrou porque é considerado um dos melhores jogadores do mundo.


Dominou a bola pouco depois do meio de campo. Arrancou com muita velocidade, entrou na área e bateu cruzado: Holanda 1 a 0.


A vantagem da Holanda, porém, demorou apenas alguns segundos. Cahill recebeu um lindo longo lançamento dentro da grande área. Ele não só aproveitou o belo passe como marcou um golaço no Beira-Rio. Pego de primeira, sem deixar cair no chão, e deixou tudo igual. A bola, antes de entrar, ainda pegou no travessão, mas morreu no fundo da rede: 1 a 1.
O time australiano criou uma oportunidade espetacular para virar o jogo em Porto Alegre. De novo pelo lado direito, Leckie teve espaço e tocou para grande área. De primeira, sem marcação, Bresciano bateu forte e mandou por cima, levando muito perigo. E não que a Austrália teve outra chance? Aos 31, após cobrança de falta, Spirinovic fugiu da marcação e bateu para gol, mas fraco demais. Facilitou a vida do goleiro holandês, que só precisou encaixar.


Austrália vira e leva o empate rapidamente

O segundo tempo começou agitado. Aos 5, de fora da área, Sneijder arriscou e o goleiro Ryan fez bela defesa. O susto, porém, não intimidou a seleção da Austrália que, aos 8 minutos, conseguiu virar a partida. Bozanic cruzou para área e a bola, sem querer, pegou no braço esquerdo de Janmaat. O árbitro demorou de assinalar, mas marcou pênalti. Com muita categoria, Jedinak descolocou o goleiro e marcou: Austrália 2 a 1.
Mas, como no primeiro tempo, a diferença no placar foi comemora por muito pouco tempo. Aos 13, Memphis viu Van Persie sozinho na área e tocou. O craque holandês encheu o pé e igualou o marcador mais uma vez em Porto Alegre: 2 a 2. O gol animou os holandeses. Aos 15, em jogada individual, Robben invadiu a área, mas o arremate saiu muito fraco. Ryan defendeu com tranquilidade.


A partida era boa. Aos 21, a defesa da Holanda saiu jogando errado e entregou. Tommy Oar cruzou e Leckie, de peito, mandou para o gol e o goleiro Cillessen defendeu. Quem não faz, toma. No minuto seguinte, a Holanda não perdoou. Memphis arriscou de fora da área e, com ajuda do goleiro Ryan, que falhou ao tentar espalmar, determinou mais uma virada em Porto Alegre: Holanda 3 a 2.


Após falha, Ryan salva Austrália
O arqueiro da Austrália se redimiu do frango aos 28 minutos. Van Persie recebeu lançamento dentro da grande área e rolou para chegada de De Jong. O volante, de primeiro, bateu rasteiro e o goleiro Ryan espalmou. Apesar da boa partida, a seleção da Austrália sentiu o golpe de levar o terceiro gol e, após sofrer a virada, caiu muito de produção deixando a Holanda tomar conta dos minutos finais.



No último lance, Robben dribou o zagueiro, puxou para perna direita e bateu no canto. Ryan, desta vez bem posicionado, defendeu com um dos pés e evitou o terceiro gol.
FICHA TÉCNICA
Copa do Mundo - 2ª rodada (Grupo B)
Austrália x Holanda
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 18/06/2014
Árbitro: Djamel Haimoudi (Argélia)
Auxiliares: Redouane Achik, do Marrocos, e Abdelhak Etchiali (Argélia)

Gols: Cahill, Jedinak (Austrália) / Robben, Memphis, Van Persie (Holanda)
Cartões amarelos: Cahill (Austrália) / Van Persie (Holanda)
AUSTRÁLIA: Ryan; McGowan, Wilkison, Spiranovic e Davidson; Mckay, Leckie, Oar (Tagaart), Bresciano (Bozanic) e Jedinak; Cahil (Halloran). Técnico: Ange Postercoglu.
HOLANDA: Cillessen; Janmaat, Bruno Martins Indi (Memphis) Vlaar, De Vrij e Blind; De Jong, De Guzmán (Wiljnadum) e Sneijder; Robben e Van Persie (Lens). Técnico: Louis Van Gaal. Bahia Noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário