PÁGINAS

sábado, 21 de junho de 2014

Costa Rica faz história, vence Itália e avança na Copa

Costa Rica faz história, vence a Itália e classificaA zebra mudou de cor na Copa do Mundo 2014. Nada de preto e branco. O animal, na versão futebolística, agora tem três cores: azul, vermelho e branco. Na tarde desta sexta-feira (20), em Recife, a Costa Rica aprontou mais uma em cima de uma seleção campeã mundial. Desta vez, a vítima foi a Itália. Com gol do meia Ruiz, os costarriquenhos vencerem azurra por 1 a 0 e asseguraram uma vaga nas oitavas de final da Copa.
Não é apenas uma simples classificação para Costa Rica. Com uma rodada de antecedência, a surpresa da Copa 2014 igual ao torneio de 1990, quando realizou a melhor campanha da história e chegou até às oitavas de final.
Felicidade de Costa Rica e prejuízo inglês que, com o resultado, está fora da segunda fase da Copa do Mundo.
Para Itália, com o revés, resta buscar o empate na última rodada contra o Uruguai, no dia 24, às 13h, na Arena Dunas.
 
Partida
O jogo até os 30 minutos foi muito equilibrado, muitas faltas e poucas chances de gol a não ser em lances bola parada. Aos 7, em escanteio batido pela esquerda, Bolaños subiu sem marcação e cabeceou por cima do gol de Buffon.

Aos 25, a bela joga da Itália começou com Pirlo. O camisa 21 percebeu a movimentação e lançou Balotelli, que ajeitou a bola para Thiago Motta. O volante, de perna direita, pegou errado e desperdiçou a chance.

Balotelli sem mira
Balotelli teve duas grandes chances de colocar a Itália na frente do placar, mas não conseguiu. Primeiro, aos 31, o camisa 9 recebeu um lindo passe de Pirlo e tentou o toque por cobertura de Navas. A bola pingou, pingou, mas morreu na linha de fundo.

No minuto seguinte, o goleiro de Costa Rica que evitou o gol do craque italiano. Balotelli encheu o pé da entrada da área e Navas segurou. Deu rebote, mas antes da chegada de outro italiano, encaixou de vez.

Aos 35, de forma despretensiosa, o meia Bolaños mandou uma bomba de fora e Buffon defendeu, espalmando para escanteio.
O final do primeiro tempo foi todo da Costa Rica. Aos 41, Ruiz cruzou para área e Duarte, de cabeça, tentou encobrir o goleiro Buffo, sem sucesso. A bola morreu na rede pelo lado de fora. Foi a primeira de uma série de chances.

Costa Rica cria e faz o primeiro
Aos 43, o jovem atacante Campbell arrancou em velocidade, cortou para o lado esquerdo, sua perna boa, e foi derrubado pelo zagueiro Chiellini. O árbitro Enrique Osses ignorou a falta cometida pelo italiano dentro da grande área, mandou a partida seguir e gerou revolta em Recife. Torcedores e jogadores da Costa Rica reclamaram demais, mas em vão.

A Costa Rica insistiu e chegou ao gol. Aos 45, após cruzamento de Días, o meia Ruiz apareceu no segundo pau e cabeceou para o gol. A bola bateu no travessão, dentro do gol e saiu. O árbitro, desta vez, não titubeou e apontou para o meio: 1 a 0.

Segundo tempo
A Itália começou com tudo em busca do empate. Aos 4, Darmian fez jogada individual, trouxe para o meio e soltou uma bomba. Navas, com a ponta dos dedos, jogou para escanteio, mas o árbitro não viu o toque e deu apenas tiro de meta. O aqueiro de Costa Rica foi importante de novo aos 7 minutos. Pirlo bateu falta e o camisa 1 defendeu.

A superioridade italiana não foi suficiente para tranquilizar a torcida ou chegar ao gol de empate. Aos 13, após lançamento longo, a defesa da azurra falhou e deu espaços. Bolaños partiu sozinho em direção ao gol, mas, antes dele, o goleiro Buffo apareceu como líbero e afastou o perigo.

Cesare Prandelli colocou Insigne, Cerci, tudo para dar mais poderio ofensivo ao time italiano. Teve mais posse de bola, ocupou o campo a partir da linha central, mas não soube ser objetiva. Faltou objetividade.

Nas poucas vezes que conseguiu espaço, faltou pontaria ao ataque da Itália. Insigne, na meia lua, tentou a finalização de bicicleta, mas pegou muito mal na bola. O chute passou muito longe da meta.

No fim do jogo, aos 47, a Costa Rica quase chegou ao segundo gol. Brenes bateu de fora e bola passou muito próxima ao gol de Buffon.
 
FICHA TÉCNICA
Copa do Mundo - 2ª rodada (Grupo D)
Itália x Costa Rica
Local: Arena Pernambuco, em Recife (PE)
Data: 20/06/2014
Árbitro: Enrique Osses (Chile)
Auxiliares: Carlos Astroza e Sergio Roman (Chile)
Gols: Ruiz (Costa Rica)
Cartões amarelos: Balotelli (Itália)  / Cubero (Costa Rica)
 
ITÁLIA: Buffon; Abate, Barzagli, Chiellini e Darmian; De Rossi; Candreva (Insigne), Pirlo, Thiago Motta (Cassano) e Marchisio (Cerci); Balotelli. Técnico: Cesare Prandelli
 
COSTA RICA: Navas; Duarte, González e Umana; Gamboa, Borges, Tejeda (Cubero) e Díaz; Ruiz (Brenes), Bolaños e Campbell (Urena).
Técnico: Jorge Luis Pinto. Bahia Noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário