PÁGINAS

terça-feira, 24 de junho de 2014

Construções antigas, estilo barroco, são preservadas na cidade de BREJÕES

Por ANTONIO MASCARENHAS
A centenária cidade de Brejões, situada a 271 km da capital do Estado e com 89 anos de emancipação politica, insere-se no rol das poucas que ainda conservam (felizmente), algumas construções antigas (estilo barroco), indo de encontro, portanto, a toda uma volúpia que impera nos grandes centros no que concerne à modernização dos imóveis. Assim como Salvador, Nazaré das Farinhas, Santo Amaro, Cachoeira, Muritiba, São Félix, o poder publico municipal de Brejões, em parceria com proprietários desses imóveis mais antigos, esse acervo vem sendo preservado e isso é bastante positivo. Além de projetos de leis preservacionistas, é importante que os proprietários desses imóveis possam colaborar para que toda uma história seja preservada. Brejões, por exemplo, teve na produção cafeeira, o principal vetor econômico. Com o recrudescimento da produção,motivado por questões climáticas e entraves trabalhistas com relação à mão de obra no campo,  a população procurou alternativas com culturas diversificadas,dentre elas, o maracujá, já sendo produzido em larga escala. Os grandes produtores de café foram os primeiros a construir essas edificações. O Sr. Antonio Pereira dos Santos, conhecido popularmente por Amorzinho (homenageado nessa sexta-feira, 20, com a indicação de seu nome para a praça restilizada na administração do prefeito Alan Andrade, pai do ex-deputado federal João Almeida, Miro, Pepeu, Vaninha, Vevé e demais irmãos, foi um dos precursores nesse desenvolvimento. . Fotos Antonio Mascarenhas (tvsaj.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário