PÁGINAS

sábado, 17 de maio de 2014

Wagner e Rui Costa atacam adversários

Em um discurso marcado pelo tom de pré-campanha, o governador Jaques Wagner (PT) e o seu pré-candidato à sucessão, Rui Costa (PT), agradeceram nessa segunda-feira (12/5) o apoio do PDT e a unidade da base para as eleições e mandaram recados ao exaltarem que no comparativo o atual governo sai ganhando na frente dos adversários. “Essa campanha eu já considero vitoriosa com muita humildade, mas é pela segurança do que a gente já fez. Sabemos que quem se apresenta como alternativa nova é aquele que vocês já conhecem”, alfinetou.

O governador chamou Rui de “pai da mobilidade urbana” por implementar projetos e “ser responsável pela inauguração do primeiro trecho do metrô” em 11 de junho e chamou a atenção para o perfil de seu afilhado político ao ressaltar que “Rui é muito mais executivo do que ele”. Wagner se dirigiu aos prefeitos para dizer que, no passado, eles “eram recebidos de pé e já dando tchau”. Numa fala afinada à de Lula e Rui Costa, o petista convocou as pessoas a debaterem.
“Cada um de nós tem que conhecer o balanço de seis anos. Somos os campeões em estradas, em hospitais, em alfabetização e em água, quando eu tive a sabedoria de copiar o programa Luz Para Todos e fazer aqui o Água Para Todos”, citou. Ele também ironizou a propaganda do pré-candidato da oposição Paulo Souto (DEM). “Não sei se rio ou se choro quando um homem maduro vai para televisão para dizer que é preciso estabelecer metas e cobrar resultados”. Num tom de desafio, disparou: “Podem vir para qualquer disputa porque é a primeira vez que invertemos a curva nos homicídios, que tivemos redução de 8%. Um soldado e um cabo hoje têm o quinto melhor salário do país”.
O pré-candidato Rui Costa lembrou a origem pobre, a amizade de 31 anos com Wagner e das realizações do governo Lula e Dilma no plano federal e no estadual com o avanço de oito mil quilômetros de estradas, construção de cinco hospitais e 70 mil alunos matriculados. “Que venha o candidato da oposição que governou por oito anos e vamos perguntar quantos matriculados ele deixou na rede pública ao final de 2006. Ele deixou apenas quatro mil”, disse. 
Rui chamou o concorrente democrata de “monotemático”. “Só fala um assunto. Não fala mais porque não sabe o que falar e não tem proposta. Mas, eu digo que ele não fica de pé em nenhum debate, nem na área de segurança pública, pois ele deixou mais de duzentas cidades sem viaturas. Metade da Polícia Civil não tinha pistola”, frisou.
O postulante destacou a execução do programa Minha Casa, Minha Vida ao frisar que Wagner entregou 1.309 casas, as obras de esgotamento sanitário. “Com isso tudo, o povo da Bahia vai conhecer o governo medíocre que o ex-governador fez e o excelente que este fez”, enfatizou. (LM). Inserção foto arquivo Tvsaj. Por TribunadaBhia

Nenhum comentário:

Postar um comentário