PÁGINAS

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Prefeito Humberto Leite renova Convênio e dobra repasse para R$ 80.000,00 mensais até dezembro

Por ANTONIO MASCARENHAS
O prefeito municipal de Santo Antonio de Jesus, Humberto Soares Leite, sensível ao pleito da população no que concerne à adoção de providências que possibilitem a continuação de oferecimento de serviços na área de obstetrícia do Hospital Luiz Argolo, compareceu a essa unidade de saúde de relevantes serviços prestados a este e outros municípios da região, na tarde dessa sexta-feira com uma “carta na manga”: renovação do contrato de subvenção com aumento de 100%, dobrando-o para R$ 80.000,00 até dezembro e com promessa de renovação a partir de janeiro de 2015. 

Acompanhado dos vereadores Dr. Francisco Freire, Chico de Dega, Chispita, os secretários Marijane (Sáude) e Nau (Fazenda), reuniram-se com o provedor da Santa Casa, Léo Reis e o gerente do Hospital, Marcos. Com essa injeção de recursos o Hospital vai ter condições “de respirar” e, assim, continuar oferecendo os serviços à sociedade, principalmente às comunidades mais carentes e que, via de regra, não têm condições de pagar por atendimentos na rede particular e/ou conveniada. 
Em que pese esse aporte financeiro, é imperativo que a Santa Casa continue buscando novas parcerias com outros municípios, evitando, assim, não acumulação débitos que levem, novamente, a instituição ao “colapso” na área de atendimentos. 
Em que pese toda uma conotação político-partidária que revestiu as manifestações que foram às ruas, toda essa "efervescência" foi deveras importante para que iniciativa dessa magnitude pudesse vir à tona. Divergências à parte, o importante que prevaleceu o bom senso e nessa “briga” não há vencidos. Como vencedora, a população. De parabéns os médicos que esboçaram esse movimento, dentre eles, Dr. Antonio Carlos, Dr. Laurentino Trigo, Dr. Francisco e outros, bem como o promotor público, Dr. Valdemar Ferraz, Deputado Alan Sanches e todos que, de alguma maneira se empenharam para que uma solução eficaz e tempestiva pudesse fluir. 
O prefeito, em entrevista coletiva, logo após ter visitado as instalações do Hospital e se reunido com os representantes dessa unidade de saúde, ao ser indagado sobre as manifestações, deixou escapar: " Aquilo me tocou e agora estou aqui buscando resolver a situação".  
Sobre a sugestões inerente à redução de atrações para os festejos juninos, exclamou: "reduzir gastos no São João para o recurso ser empregado na Santa Casa", não poderia ser atendida na prática. " Se eu deixasse de fazer o São João conforme anunciamos aí é que teríamos uma passeata três vezes maior e era capaz de até eu mesmo estar no meio dessa passeata quebrando tudo", concluiu com gracejo: " Podem dormir tranquilos e vamos fazer menino".Fotos Antonio Mascarenhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário