sábado, 17 de maio de 2014

Prefeito Humberto Leite dá um "tapa com luva de pelica" na crise do Hospital Luiz Argolo: aumenta repasse em 100%: S.A.JESUS

Por ANTONIO MASCARENHAS
Estarei de olho com relação à aplicabilidade dos recursos

Em entrevista coletiva concedida na tarde dessa sexta-feira, 16, no setor de atendimentos pelo SUS, Hospital Luiz Argolo, em Santo Antonio de Jesus, o prefeito municipal Humberto Soares Leite anunciou renovação do Convênio com essa unidade de saúde com repasse de R$ 80.000,00, portanto, com 100% de aumento com relação à importância que anteriormente vinha sendo canalizada para subsidiar procedimentos inerentes ao SUS. Tal medida demonstra a sensibilidade do gestor aos apelos da sociedade para que o Luiz Argolo possa continuar prestando serviços na área de obstetrícia. 
Questionado sobre as manifestações que tomaram as ruas, protagonizadas pelo poder publico municipal e profissionais da área de saúde, ele robustece as iniciativas. Tachou as manifestações como importantes, mesmo porque expressaram o direito da população. "Cheguei as lágrimas quando vi o povo pedindo..."  Apesar de canalizar recursos, destaca que deverá haver acompanhamento das contas, mensalmente, devendo designar um funcionário para acompanhamento dos mesmos. A proposta entre em vigor já a partir de agora, com a assinatura do convênio. 
O hospital, segundo o provedor Léo Reis realiza uma média de 200 partos/mês e desse volume, 70% referente a S.A.Jesus. Apesar da injeção desses recursos a ser injetados haverá defasagem em torno de R$1.000,00 por parto, gerando um prejuízo mensal de R$ 120.000,00. O prefeito sugere que essa diferença (R$ 40.000,00) seja suprida com repasse de outros municípios que encaminham pacientes para o Luiz Argolo. 
Sobre as insinuações do vereador Délcio Mascarenhas de que o município teria deixado de efetuar repasses na ordem de R$ 640.000,00, ele foi taxativo: "...não existe convênio nenhum em vigor. Eu não posso passar dinheiro da Prefeitura porque ele é bonito ou feio. Não existe convênio. Se houve convênio, já venceu, já caducou e teria que ser feito outro e é isto que nós estamos fazendo agora. A partir do momento em que existir o convênio eu passo, sim, a dever à Santa Casa e vou honrar com meus compromissos. Se o vereador disse essas asneiras, mas ninguém nunca apresentou...você tem aí (?!) (voltando-se para Marcos, gerente do Luiz do Luiz Argolo que confirmou que "não").Foto Antonio Mascarenhas
DENTRO DE INSTANTES, O VÍDEO,  NA ÍNTEGRA


Nenhum comentário:

Postar um comentário