terça-feira, 20 de maio de 2014

Cirurgia retira flecha de 30 cm atravessada em cabeça de gato

Uma veterinária de Jaú (SP) conseguiu salvar a vida de um gato que teve uma flecha de 30 centímetros atravessada na cabeça. De acordo com Vanessa Vieira de Freitas, o gato foi levado pelo dono até um hospital veterinário particular da cidade ainda consciente, mas com dificuldades para respirar. A cirurgia para retirar a flecha demorou uma hora. O animal acordou do sedativo e começou a andar. No entanto, após uma semana em recuperação, ele apresentou imunidade baixa e está com dificuldade para comer.
O gato, que se chama ‘Nano’ e tem 2 anos de idade, pertence a uma família que mora em Brotas. O caso ocorreu na semana passada, mas as imagens só foram divulgadas nesta segunda-feira (19).
“Ele chegou de pé, em alerta e com dificuldade respiratória. Nós sedamos o gato e fizemos um raio-X para ver onde a flecha havia perfurado. Em seguida, serramos a ponta da lança e quando a retiramos, o animal apresentou hemorragia. Com ajuda de medicamentos conseguimos estancar a hemorragia e deixamos ele em observação. A flecha não atingiu nenhum ponto que podia causar ferimentos graves ou até levá-lo à morte. Ela passou a milimitros do cérebro”, explicou Vanessa. 'Nano' passa bem e terá retorno nesta semana
(Foto: Vanessa Vieira de Freitas/Divulgação)
Ainda segundo a veterinária, o gato andou normalmente após passar o efeito do sedativo. “No dia seguinte ele voltou a comer e a andar como se não tivesse acontecido”, disse.
Para a veterinária, ‘Nano’ teve muita sorte por sair ileso. “Ele teve bastante sorte porque tinha tanto lugar para pegar e não atingiu nada. Poderia ter morrido de hemorragia".
No entanto, nesta segunda-feira (19), a veterinária também informou que o gato apresentou imunidade baixa e não se alimenta corretamente. "Ele está com dificuldade recuperatória. Faz muito pouco tempo e ainda precisa de cuidados. Nesta semana ele virá aqui no hospital para uma nova avaliação”, finalizou Vanessa.
Já a dona do animal, Maria Brito, contou que ‘Nano’ saiu de casa e quando voltou já estava com a flecha na cabeça.
"Estava em cima do muro. Ele olhava para meu marido com a cara com quem estava pedindo socorro. Queria ajuda. Imediatamente fomos correndo para Jaú. Agora é só ele se recuperar porque está com a respiração um pouco ruim. E depois curtir ele", disse.
Um boletim de ocorrência foi feito pelos donos de 'Nano' em Brotas e a polícia deverá abrir inquérito para apurar o caso.* Colaborou Alexandre Azank, repórter da TV TEM em Bauru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário