PÁGINAS

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Coroada de sucesso a abertura do 1º. Encontro Municipal de Desenvolvimento Sustentável em Santo Antonio de Jesus

Teve início nessa quarta-feira, 02, no CETEP, em Santo Antonio de Jesus, o 1º. Encontro Municipal de Desenvolvimento Sustentável, num evento que deverá estender-se até a próxima sexta-feira, 04 e que, na sua programação conta com palestras, mesas-redondas e oficinas, com participação de alunos desse estabelecimento de ensino, representantes de segmentos da sociedade deste e de outros municípios. 
O evento, de iniciativa da Secretaria de Agricultura, Comércio, Indústria e Meio Ambiente, sob o comando de José Carlos Toneto, conta com total apoio do prefeito Humberto Leite. Dentre as instituições parceiras, GANA, INEMA, IBAMA, ACRB, UFRB, EMBRAPA, EBDA, CETEP, UNEB, CREA-BA, ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, EMBASA e SINDICATO RURAL. Dentre as personalidades que marcaram presenças nesse primeiro dia de evento e fizeram composição da mesa, além de Toneto (Secretário), Faustino Cunha (vice-prefeito), Dr. Julimar Barreto (palestrante, promotor público), Péricles Ferreira (INEMA), Leonel Reis (CREA), Gilmar Dourado (EBDA), Cap. Luiz Braga (representando o 14º. BPM), Ivonilton Amparo (Diretor do CETEP), Leandro (UFRB) e Fernando Henrique Chagas (Andaiá FM). 
Também marcaram presenças Roberval Assunção (palestrante, professor da UFRB), Jorge Luiz (palestrante, operador da estação de tratamento de água, EMBASA), Eneida Borborema (palestrante, EMBASA), Antonio Brito “Bia” (Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico de Nazaré), Pedro Coni (Secretário de Agricultura, Com. Ind. e Meio Ambiente de Conceição do Almeida), 
Edmundo Peixe (GANA), Mário Ferreira “Mário do Laboratório (técnico de análises clínicas da UFRB), Paulo Eduardo Oliveira (professor da UNEB), Suzy (estagiária do GANA), Geraldo Carvalho (EBDA), Marcos (CREA_BA), Alex Pina (Empresa Suçuarana Florestal), Fabiana Paraguaçu (engenheira Agrônoma), Adriano Gomes Bastos (subcoordenador licença ambiental). Representando a Secretaria, Maria Amélia Carvalho, Taiana Araújo, Dra. Gilsonilda Bruno (engenheiro agrônomo) e demais funcionários. 
Participando da primeira mesa redonda, sobre Código Florestal /CEFIR, Dr. Julimar Barreto e Péricles Ferreira, sob o tema “Código Florestal”, dentre outros aspectos, aproveitou a oportunidade para discorrer sobre o retrocesso inerente ao “Código Florestal, no momento em que “defensores” do ruralismo fizeram “loby” para redução substancial áreas destinadas às matas ciliares. Defendeu que as reservas consideradas como matas ciliares são fundamentais para conservação dos recursos hídricos. Interagindo com os presentes, responderam a vários questionamentos acerca dessa temática. Enfocou, também, a questão da biopirataria que vem ocorrendo no país e que o governo precisa investir na prevenção. 
Logo após o almoço, o Promotor Dr. Julimar Barreto proferiu palestra sobre a temática “Poluição Sonora”, oportunidade em que deu ênfase a imperiosa necessidade de conscientização, por parte de toda sociedade, no que diz respeito a necessidade de denunciar às autoridades competentes casos de abusos nessa área. Aproveitando o ensejo, relatou uma série de situações que podem derivar de noites perdidas por conta de emissões sonoras abusivas e que levam a acidentes e, até, homicídios para, logo após, responder a questionamentos pertinentes. 
Em seguida, Eneida Borborema (Embasa) proferiu palestra audiovisual sobre “Esgotamento Sanitário”, oportunidade em que mostrou a pujança do trabalho que está sendo feito pela empresa, aproveitando o ensejo para solicitar colaboração da população no que diz respeito a utilização racional desse equipamento de vital importância para a qualidade de vida. 
Fechando o primeiro dia de apresentações, Roberval Assunção e Jorge Luiz participaram de mesa redonda sob a temática “Manejo e Conservação de Água”, acompanhada de uma exposição audiovisual, oportunidade em que mostraram todo um processo de captação de água, desde o bombeamento, central de tratamento e a canalização às residências. Roberval deu ênfase ao crescimento de consumo do precioso líquido, no mundo, ao longo da história, principalmente nos centros urbanos e a imperiosa necessidade de uso racional por parte da população, 
precavendo-se, assim, contra eventual colapso de abastecimento, defendendo o reuso. José Luiz, por sua vez, mostrou como se dá o processo de filtragem até que a água chegue aos consumidores. Ambos defenderam a necessidade de que a sociedade deve se conscientizar sobre a contenção do consumo. Fonte: Sec.Agricultura (ASCOM/PMSAJ), Gelly Sampaio.Fotos Antonio Mascarenhas  





Um comentário:

  1. Nosso evento foi um sucesso!! Agradeço especialmente a vc Mascarenhas por ter feito uma cobertura tão bela do nosso evento!! Taiana

    ResponderExcluir