PÁGINAS

segunda-feira, 3 de março de 2014

Veja os ganhadores do Oscar 2014

Uma das mais acirradas disputas pelo Oscar terminou bem morna neste domingo (2), em uma cerimônia sem surpresas e com apresentação mediana de Ellen DeGeneres. O drama"12 Anos de Escravidão" foi escolhido melhor filme, enquanto "Gravidade" foi o campeão de prêmios, com sete, incluindo direção para o mexicano Alfonso Cuarón, que se tornou o primeiro latino-americano a triunfar na categoria.
A divisão de troféus refletiu a dura competição que os filmes travaram durante meses. "12 Anos de Escravidão" chegou à noite do Oscar com leve vantagem, mas o fato de as premiações prévias não terem formado um consenso sobre quem era favorito indicava que qualquer um dos dois poderia sair vencedor.
"Trapaça", também considerado forte candidato, foi o grande perdedor da noite: não levou nenhuma das dez categorias a que estava indicado. Uma das possíveis vitórias do filme seria em atrizcoadjuvante, mas Jennifer Lawrence perdeu para a estreante Lupita Nyong'o, no único outro prêmio de "12 anos de Escravidão".

Com isso, as categorias de atuação ficaram dentro do esperado. Lupita comemorou muito a vitória e se emocionou no palco. "Espero que olhar para esta estatueta dourada possa lembrar a mim e a todas as crianças de que, independentemente de onde você vem, seus sonhos são válidos", afirmou.
Melhor ator coadjuvante por "Clube de Compras Dallas", Jared Leto fez um agradecimento emocionado à mãe e depois adotou tom político, citando pessoas que, como seu personagem, lutaram contra a aids; aqueles que são injustiçados "por quem são ou por quem amam"; e até os "sonhadores" de Ucrânia e Venezuela. "Enquanto vocês lutam para que seus sonhos aconteçam, estamos pensando em vocês esta noite."
O mesmo filme deu o Oscar de melhor ator para Matthew McConaughey, coroando a virada na carreira de um artista que deixou as comédias românticas de lado para privilegiar bons papéis em dramas independentes. No discurso, ele ofereceu o prêmio para mãe, os filhos e a mulher, a modelo brasileira Camila Alves.
Maior barbada da noite, Cate Blanchett recebeu o prêmio de melhor atriz por "Blue Jasmine" e agradeceu nominalmente a cada uma das indicadas, além do diretor Woody Allen, cujo nome provocou um aplauso visivelmente constrangido da plateia, possivelmente por causa das acusações de abuso sexual, que Allen negou.
Blanchett também falou sobre o fato de "Blue Jasmine" ser um filme centrado em uma mulher, algo raro em Hollywood. "Filmes com mulheres não são um nicho. As pessoas querem vê-los e eles dão dinheiro", afirmou. "O mundo é redondo, pessoal."
Cuarón agradeceu a equipe de "Gravidade", um filme que, segundo ele, foi uma experiência transformadora. Além de direção, o longa faturou os prêmios de edição, fotografia, trilha sonora, edição de som, mixagem de som e efeitos visuais.
Produtor de "12 Anos de Escravidão", Brad Pitt subiu ao palco para agradecer o Oscar de melhor filme, o primeiro de sua carreira. O diretor Steve McQueen dedicou a estatueta a quem foi ou ainda é escravo. "Todos merecemos viver, não apenas sobreviver."
O excelente "A Grande Beleza" deu à Itália seu 14º Oscar de filme estrangeiro. Ao microfone, o diretor Paolo Sorrentino fez um divertido discurso no qual citou os cineastas Federico Fellini, Martin Scorsese e até o ex-jogador de futebol Diego Maradona.
"Frozen - Uma Aventura Congelante" levou o Oscar de filme de animação, enquanto "A Um Passo do Estrelato" ganhou documentário.
A cerimônia
Diante de concorrentes de qualidade, o Oscar não cometeu nenhuma injustiça imperdoável. Mas o saldo geral da cerimônia, como programa de televisão, foi bem pouco satisfatório.
O tema da noite, "heróis em Hollywood", resultou em algumas montagens, mas pareceu vago e não colou. Por outro lado, a Academia acertou em reduzir os números musicais, excessivos no ano passado, às canções indicadas, um tributo a "O Mágico de Oz" comandado pela cantora Pink e uma apresentação de Bette Midler.
Ela cantou logo depois do tradicional segmento "In Memoriam", dedicado a lembrar os artistas que morreram desde a última cerimônia do Oscar. O vídeo fez menção ao cineasta brasileiro Eduardo Coutinho, morto no início de fevereiro, assim como aos atores Paul Walker, James Gandolfini e Philip Seymour Hoffman, entre outros.
Antes de apresentar um prêmio, Billy Cristal aproveitou para lembrar do amigo Harold Ramis, ator, roteirista e diretor que atuou em "Os Caça-Fantasmas" e morreu há uma semana.
No comando da cerimônia, DeGeneres repetiu a fórmula que usou há sete anos, quando apresentou o Oscar pela primeira vez: fez piadas leves, geralmente autodepreciativas e investiu na interação com os artistas, passando mais tempo na plateia do que no palco.
Em uma piada que durou tempo demais, a comediante fez vaquinha para pedir pizza, que entregou aos convidados enquanto Pitt ia atrás, distribuindo pratinhos. Em seu melhor momento, DeGeneres tirou uma "selfie" com vários artistas - Meryl Streep, Julia Roberts e Bradley Cooper, entre outros - para tentar ser recordista de "retweets".
Antes mesmo de o Oscar terminar, ela conseguiu bater as 779 mil replicações de uma foto do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, até então o detentor do recorde. A imagem, postada na noite de sua reeleição, em 2012, mostra o líder abraçando a mulher, Michelle.
O sucesso no Twitter talvez ajude a redimir a falta de sal da cerimônia do Oscar, que tinha cara de imprevisível, mas acabou tediosa.
Veja os ganhadores
Filme: "12 Anos de Escravidão"
Diretor: Alfonso Cuarón, "Gravidade"
Atriz: Cate Blanchett, "Blue Jasmine"
Ator: Matthew McConaughey, "Clube de Compras Dallas"
Atriz coadjuvante: Lupita Nyong'o, "12 Anos de Escravidão"
Ator coadjuvante: Jared Leto, "Clube de Compras Dallas"
Roteiro original: "Ela"
Roteiro adaptado: "12 Anos de Escravidão"
Documentário: "A Um Passo do Estrelato"
Filme estrangeiro: "A Grande Beleza"
Animação: "Frozen - Uma Aventura Congelante"
Edição: "Gravidade"
Fotografia: "Gravidade"
Direção de arte: "O Grande Gatsby"
Figurino: "O Grande Gatsby"
Maquiagem: "Clube de Compras Dallas"
Trilha sonora: "Gravidade"
Canção original: "Let It Go" - "Frozen"
Edição de som: "Gravidade"
Mixagem de som: "Gravidade"
Efeitos visuais: "Gravidade"
Curta-metragem: "Helium"
Curta-metragem - animação: "Mr. Hublot"
Curta-metragem - documentário: "The Lady in Number 6"

-

Nenhum comentário:

Postar um comentário