PÁGINAS

segunda-feira, 24 de março de 2014

Sal em excesso acelera o envelhecimento de jovens obesos

Apesar de sódio ser conhecido por aumentar a pressão sanguínea, o que pode levar a ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais fatais, um recente estudo da Universidade Georgia Regents, dos EUA, descobriu que comer muito sal pode acelerar também o envelhecimento celular.
A pesquisa foi feita com 766 jovens de 14 a 18 anos e os dividiu em dois grupos com base no consumo de sódio relatado. Ao comparar os dados, os cientistas descobriram que adolescentes com sobrepeso ou obesos que tinham uma dieta rica em sal possuiam telômeros (capas protetoras na extremidade dos cromossomos) mais curtos em comparação com aqueles que comiam uma dieta pobre em sal.
A cada nova divisão celular, as estruturas fica mais curta e quando elas ficam muito curtas, a célula para de se dividir e morre. Altos níveis de gordura corporal já eram conhecidos como razão para acelerar o encurtamento dos telômeros, mas o novo estudo descobriu que o sal parece trabalhar de mãos dadas com a obesidade para acentuar ainda mais o efeito.
"Mesmo nestes jovens relativamente saudáveis, já podemos ver o efeito da alta ingestão de sódio, o que sugere que a ingestão elevada de sódio e obesidade podem agir sinergicamente para acelerar o envelhecimento celular", disse Haidong Zhu, principal autora do estudo.
A obesidade também está associada com altos níveis de inflamação - que acelera o encurtamento dos telômeros - e aumenta a sensibilidade ao sal, o que pode ajudar a explicar por que a ingestão de sódio maior teve um efeito maior no grupo com sobrepeso.

Reeducação alimentar
A pesquisadora aconselha a redução do item como primeiro passo para uma vida mais saudável. "A diminuição da ingestão de sódio, especialmente se você estiver com sobrepeso ou obeso, pode retardar o processo de envelhecimento celular que desempenha um papel importante no desenvolvimento de doenças cardíacas", disse a professora da Universidade Georgia Regents.
“A maior parte do sódio na dieta vem de alimentos processados, por isso os pais podem ajudar cozinhando refeições frescas com mais frequência e oferecendo frutas em vez de salgadinhos para o lanche."Época

Nenhum comentário:

Postar um comentário