PÁGINAS

domingo, 30 de março de 2014

Mudanças climáticas podem reduzir área de cultivo de café

Mudanças climáticas podem reduzir área de cultivo de caféA bebida mais popular dos brasileiros está na lista das culturas agrícolas que podem sofrer impactos com as mudanças climáticas. O alerta está no quinto relatório de avaliação do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), que será divulgado neste domingo (31). Cientistas destacam estudos publicados nos últimos anos que mostram que aumentos não muito altos de temperatura, a partir de 2° C, e mudanças nos padrões de chuva podem afetar a cultura na América do Sul e Central e na África. "No mínimo, as mudanças climáticas vão causar modificações consideráveis na distribuição das plantações, rompendo com o modo de vida de milhões de pequenos produtores", concluem os autores. Um cálculo dos pesquisadores Hilton Pinto, da Unicamp, e Eduardo Assad, da Embrapa, divulgado em 2007, estimou que um aumento médio de 3ºC na temperatura e redução de 15% nas chuvas poderia diminuir a área potencial para a produção de café nos dois principais estados produtores de café: São Paulo e Minas Gerais.
O mapeamento feito por eles tinha mostrado que atualmente de 70% a 75% da áreas dos dois estados é apta para o cultivo do café. Com o aumento da temperatura e queda na chuva, essa área potencial cairia para 20% a 25% das áreas. "Infelizmente nossos estudos feitos em 2001 e posteriormente repetidos em 2008 e 2012, parecem confirmar que o café faz parte de uma das culturas mais vulneráveis ao aquecimento global, depois do milho e da soja", afirma Assad.Bahia Noticias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário