PÁGINAS

quinta-feira, 6 de março de 2014

Edir Macedo e mais 64 estão em lista de bilionários da Forbes; Eike fica de fora

Pelo terceiro ano consecutivo, a revista Forbes divulgou a lista dos bilionários brasileiros. Em 2014, figuram 65 nomes, 19 a mais que em 2013 e nove a menos que em 2012, ano em que o então megaempresário Eike Batista aparecia na liderança, com um fortuna calculada em pouco mais mais de US$ 15 bilhões. Na edição deste ano, Eike desapareceu da listagem. Em seu lugar, entra o empresário do ramo da cervejaria e de alimentos, Jorge Paulo Lemann, com uma fortuna calculada em US$ 19,7 bilhões. O brasileiro, que vive na Suíça desde 1999, depois de uma tentativa de sequestro dos filhos dele, ocupa o 34ª posição no ranking geral da Forbes. Em segundo lugar na listagem das maiores fortunas do Brasil, está o banqueiro Joseph Safra, com US$ 16 bilhões. O sócio de Lemann no ramo de fabricação de cervejas , Marcel Herrmann Telles, tem fortuna acumulada de US$ 10,2 bilhões. O bispo Edir Macedo, fundador da pentecostal Igreja Universal do Reino de Deus e, ainda, de um grupo de comunicação, que inclui rádios, jornais e uma emissora de televisão estão entre os outros brasileiros da listagem. Macedo tem patrimônio pessoal estimado em US$ 1,1 bilhão. Também da área de comunicação, estão os empresários da terceira geração do Grupo Abril, fundado por Victor Civita (1907/1990). Juntos, os herdeiros de Civita, Giancarlo, Civita Neto e Roberta Anamaria acumularam uma fortuna pessoal de US$ 3,15 bilhões. Entre os nomes de brasileiros que parecem pela primeira vez no mapeamento feito pela Forbes estão César Mata Pires, do Grupo OAS (cosntrução pesada),Sérgio Lins Andrade, da Andrade Gutierrez, e Eggon da Silva, da WEG (setor de motor e sistema industriais). A fortuna dos brasileiros está em torno de US$ 220 bilhões, soma que equivale a pouco mais de 3% da fortuna listada pela Forbes pelo mundo, um total de US$ 6,4 trilhões, distrubuídos entre 1.645 bilionários espalhados pelo mundo. O home mais rico do mundo é Bill Gates, cofundador da Microsoft, com US$ 76 bilhões. (EM)Blog do Zebrão. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário