PÁGINAS

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Vitória sofre, mas busca empate com o Ceará e evita derrota em Pituaçu

Vitória sofre, mas busca empate com o Ceará e evita derrota em Pituaçu
Tudo igual no jogo de ida das quartas de final da Copa do Nordeste, entre Vitória e Ceará. Em partida realizada neste domingo (16), em Pituaçu, o duelo terminou empatado em 1 a 1. Os visitantes saíram na frente com Magno Alves, mas o Leão empatou com Dinei. O confronto de volta acontece no próximo dia 27, em Fortaleza. 
Em caso de empate em 0 a 0, o Vozão avança para encarar o vencedor do confronto entre CRB e América-RN. Se o placar se repetir, a decisão será nas penalidades. Para se classificar, o time comandado por Ney Franco necessita vencer ou empatar com dois ou mais gols.
 Agora, o Leão volta suas atenções para o Campeonato Baiano. Nesta quarta-feira (19), o Rubro-Negro pega a Juazeirense no Estádio Adauto Morais. Já no próximo domingo (23), será a vez do clássico com o Bahia, em Pituaçu.


O JOGO

O confronto começou bastante disputado, com chances para as duas equipes. Logo no primeiro minuto, a defesa do Vitória vacilou e Magno Alves partiu em velocidade pela esquerda. O atacante arriscou e a bola passou perto do gol de Wilson. O Vitória tentou responder em seguida. Cáceres chegou ao ataque, levantou na área, mas a defesa cearense afastou.
Aos oito minutos, uma boa chance para o Vitória, em bola parada. Ayrton cobrou falta na intermediária, mas a bola pegou na barreira.
O Vitória tentava furar a forte marcação do Vozão e aos 14 quase abriu o placar em Pituaçu. Dinei recebeu passe de Marquinhos, bateu forte e cruzado, de fora da área. A bola passou perto, mas ao lado da meta de Luís Carlos. Cinco minutos depois, José Wellison recebeu na intermediária, chutou para o gol, mas o arqueiro do Ceará defendeu sem problemas.
O Ceará demonstrava tranquilidade e quando chegava no setor ofensivo levava perigo. Aos 24, Bill mandou o chute cruzado, mas Wilson se antecipou e não deixou a bola chegar para Magno Alves.
A partida ganhou velocidade e o Vitória continuou indo para cima. Aos 32, Escudero recebeu passe de Marquinhos. O argentino percebeu o goleiro adiantado e tocou para cima. A  bola passou perto do travessão. Três minutos depois, Escudero tentou invadir a área e sofreu falta perto da ponta esquerda.  Em jogada ensaiada na cobrança de falta, Ayrton mandou para Defendi, ele desviou, mas Luís Carlos defendeu com tranquilidade.



Segundo tempo




Como de costume, o técnico Ney Franco deixou o time mais ofensivo na etapa final. No retorno ao jogo, ele tirou o volante Luiz Gustavo e colocou o lateral-esquerdo Euller. 
Precisando de um resultado positivo para ter vantagem no duelo de volta, o Vitória tomou iniciativa na partida. No primeiro minuto, Ayrton mandou bola do escanteio, Salustiano tentou completar, mas o zagueiro do Vozão chegou antes e cortou. Marquinhos ficou com a sobra da troca de passes, mandou o chute de cara com o gol e Luís Carlos salvou.
Aos nove, Dinei recebeu de Cáceres no contra-ataque, tinha Marquinhos como opção, mas arriscou o chute, que foi para fora.
Com certa dificuldade para chegar além da intermediária ofensiva, o Ceará trocava passes à espera de melhores oportunidades diante do goleiro Wilson. O jeito era apostar em chutes de fora da área e em lances individuais. Aos dez, Ricardinho mandou o chute da meia-lua e Wilson espalmou para evitar o gol.


Pecando nas finalizações, o Vitória foi para o tudo ou nada. O técnico Ney Franco tirou o volante José Wellison e colocou o atacante William Henrique aos 16 minutos. Porém, quem levou a melhor foi o Ceará. Aos 19, Hélder Santos ganhou na corrida com Ayrton e cruzou. Matheus Salustiano cortou para escanteio. Na cobrança, Magno Alves subiu mais alto que todo mundo e mandou para o fundo das redes.
Após o gol, o Vitória não se abalou e continuou em busca do primeiro gol. Aos 26, Marquinhos recebeu cruzamento na pequena área. Livre, o camisa 7 mandou para longe e perdeu gol feito.
Aos 29, o Leão chegou ao empate. Marquinhos recebeu belo passe de Euller, tocou para Dinei, que livre, completou para o gol. 
A todo custo, o Vitória buscava virar o placar. Mas falhava nas finalizações ou esbarrava em Luís Carlos. Aos 39, William Henrique se esticou para chutar e o arqueiro cearense fez grande defesa. O Ceará pouco arriscava. Aos 42, Magno Alves chutou de longe e mandou para longe.


FICHA TÉCNICA
Vitória1 X1 Ceará
Copa do Nordeste
Local: Pituaçu, Salvador
Data:16/02/2014
Horário: 16h
Árbitro: Renan Roberto de Souza (PB)
Auxiliares: José Maria de Lucena Netto (PB) e Oberto da Silva Santos (PB) 

Cartões amarelos: Bill e Samuel Xavier (Ceará).
Gols: Magno Alves (Ceará) e Dinei (Vitória).


Vitória: Wilson, Ayrton, Matheus Salustiano, Rodrigo Defendi e Juan (Adaílton); Luiz Gustavo (Euller), Cáceres, José Wellison (William Henrique) e Escudero; Marquinhos e Dinei .Técnico: Ney Franco
Ceará: Luís Carlos, Samuel Xavier, Sandro, Anderson e Hélder Santos; João Marcos, Leandro Brasília (Amaral), Ricardinho e Souza; Magno Alves e Bill (Tadeu).  Técnico: Sérgio SoaresFoto Beto Júnior,Ag. Haack. Bahia Noticias. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário