PÁGINAS

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Associações de funcionários públicos enviam manifesto contra IPTU ao prefeito

Associações de funcionários públicos enviam manifesto contra IPTU ao prefeito
Em manifesto dirigido ao prefeito ACM Neto, a Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (AFPEB), a Associação dos Servidores do Tribunal de Contas da Bahia (Asteb) e a Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab) pedem medidas legais contra o reajuste do IPTU. No texto, as entidades apontam que as mudanças na cobrança do tributo ferem o princípio da razoabilidade e que o Valor Unitário Padrão (VUP) foi fixado, indo de encontro à Constituição Federal. Entre outros questionamentos, o manifesto também cita que a alteração da multa de 0,1% para 2% é ilegal, com base no Código Tributário Nacional, e ainda que o imposto deveria ter caráter coletivo, e não seletivo, não podendo considerar “critérios distintos para locais de moradia, tomando-se como base a condição sócio-econômica de cada morador”. B.Noticias.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário