PÁGINAS

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

MINISTÉRIO DA SEGURANÇA, JÁ

O Brasil é pródigo na criação de ministérios para agradar aos aliados, numa espúria  execrável aliança de políticos. Aí estão o Ministério da Pesca, da Integração, das Cidades, da Cultura e outros mais, alcançando o patamar ridículo de 39 entidades governamentais.Mais médicos, mais professores, mais juízes, mais algemas, mais presídios, para que? O cidadão sai de casa e não sabe se irá retornar. A violência tomou proporções inimagináveis, comandada de dentro e de fora das prisões, sob os complacen
tes olhares dos Poderes Constituídos que, numa inércia absurda, não procuram nem discutir com a sociedade a vexatória situação. Espetáculos dantescos, exibidos pela mídia, como queima de ônibus e de pessoas, já fazem parte de uma rotina diária. Como está a família do menino João Pedro arrastado e preso a um cinto de segurança. pelas ruas do Rio de Janeiro que culminou com a sua morte, num crime cometido por um menor
escudado na menoridade para o cometimento de atrocidades? A pobre dentista, arrimo de família que trabalhava no seu domicilio e ajudava no sustento de uma irmão deficiente, foi vítima de um monstro que tocou fogo em seu corpo porque ela não tinha o dinheiro suficiente, fato ocorrido em São Paulo. Os acontecimentos recentes, no Maranhão, onde 
a mãe implorou ao bandido, num ônibus que não incendiasse o seu filho, uma criança que está com mais de 90% de queimaduras em seu corpo e lutando contra a morte! A  Revolução Francesa e a Guerra de Secessão Americana foram lutas fratricidas, sim, mas
legaram exemplos do respeito à vida, registrados pela História e transmitidos aos descen
tes das vítimas ou heróis. Por DR. ADAILTON NEVES. adayltonneves@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário