PÁGINAS

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

DESPERDÍCIO: o buraco é mais embaixo

Por ANTONIO MASCARENHAS

Muito se fala da onda de desperdícios, por parte da sociedade brasileira. Seja no não reaproveitamento de livros usados por parte das escolas, seja no que concerne aos alimentos deteriorados em face de péssimas condições de transporte e armazenagem (principalmente, hortifrutigranjeiros) e em outros segmentos que, via de regram, contribuem para o dispêndio de recursos que poderiam muito bem estar sendo economizados. E os desperdícios acontecem, também, na área de material de construção. Muitas pessoas, quando da reforma de suas propriedades  derrubam paredes (de blocos) sem a preocupação de, dentro do possível, preservar boa parte deles para reaproveitamento. Na manhã dessa sexta-feira, 24, na Rua do Calabar, em S.A.Jesus, de uma casa em reforma, verificamos, ‘In loco” um dos vários contêineres que, de conformidade com informações, foram carregados com blocos praticamente inteiros que, sem essa preocupação de reaproveitamento, foram  jogados fora. Imagem, portanto, de desperdício. O buraco é, na verdade, mais embaixo (no bolso). Foto Antonio Mascarenhas (www.tvsaj.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário