PÁGINAS

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Fernanda Keulla festeja 2013 e planeja futuro com André: 'Quero três filhos'

A ex-BBB posa com looks para o réveillon tendo como cenário a praia de Copacabana, no Rio, e comemora o ano que mudou a sua vida.
Transformação. É assim que Fernanda Keulla, a advogada de 26 anos que faturou R$ 1,5 milhão ao vencer o "Big Brother Brasil 13", define o ano de 2013. Depois de ganhar com mais de 60% dos votos, a mineira viu sua vida virar de pernas para o ar: se mudou para o Rio de Janeiro, foi morar com o também ex-BBB André Martinelli - com quem começou a namorar durante o confinamento - e começou a cumprir uma agenda intensa de participações em programas de TV e presenças em eventos e festas.

"Minha vida deu um giro de 180 graus. Tudo mudou de lugar. Foi um ano de transformação e vitória. Depois que saí (do "BBB"), parece que acordei e já estava no futuro: mudei de cidade, me estabeleci no Rio e comecei a morar com uma pessoa. Profissionalmente, mudou tudo também. Antes, tinha aquela vida disciplinada de escritório, com hora certa para entrar e para sair. Hoje minha vida é uma loucura, adormeço em um lugar e acordo no outro", conta.Agora, quase um ano após ficar famosa, a loira comemora o lançamento de sua linha de bolsas - que ela pretende, no futuro, expandir para outros artigos - e prepara a meta de 2014: comandar um programa de TV. Para isso, Fernanda tem se aprimorado com a ajuda de um coach - que treina entonação, uso do teleprompter e presença no vídeo - e de uma fonoaudióloga, para suavizar o forte sotaque mineiro. "Sou perfeccionista e sofro com isso. Se erro uma coisinha, já fico para morrer", assume.

Apesar da fama repentina, Fernanda afirma não ser deslumbrada. "Não estou falando isso para passar uma imagem de falsa humildade, mas não me acho uma pessoa famosa. Não tenho medo de ser esquecida, nem vou sofrer se isso acontecer. Até porque não busco a fama, busco o sucesso".



Tivemos crises de não saber mais o que fazer', diz ela sobre André
Na última sexta-feira, 13, dia em que Fernanda posou para o EGO no Miramar Hotel by Windsor, em Copacabana, mostrando opções de looks brancos para o Ano Novo, a ex-BBB completou 11 meses desde o primeiro beijo em André, durante o reality show. De lá para cá, a advogada conta que a convivência entre os dois, sob o mesmo teto, não foi nenhum conto de fadas. "Lá na casa, apesar dos desafios do jogo e de ainda estarmos nos conhecendo, não tínhamos nenhuma grande responsabilidade. Aqui fora, tivemos de trabalhar, pagar as contas e administrar uma casa juntos. Foi bem difícil essa adaptação, porque não nos conhecíamos verdadeiramente. Tivemos crises de não saber mais o que fazer e falar: 'Ai meu Deus, e agora?'".Nesse período, as constantes viagens a trabalho ajudaram o casal a se entender. "As viagens surgiam muito para aliviar a tensão de ficar convivendo no dia a dia. Cada um ia para um lado, refrescar a cabeça. Depois, quando a gente se encontrava, já estava tudo lindo de novo. Se ficássemos o tempo inteiro em casa juntos, acho que a convivência excessiva ia prejudicar. Tem que ter um equilíbrio", conta.



Segundo Fernanda, mesmo passando boa parte do tempo um longe do outro, ela e André não são do tipo que ficam brigando por causa de ciúmes. "Sou bem controlada e não sou de cobrar satisfação. Detesto olhar celular e carteira e não gosto que olhem as minhas coisas pessoais. Acho isso fora do normal. O André é mais ciumento, mas não chega a ser implicante", diz ela."O que me incomoda mais é a expectativa que os fãs têm em relação ao nosso relacionamento. Eles nos pressionam para estarmos o tempo todo juntos. Então, se faço um trabalho fora, tenho que voltar correndo para casa porque tenho que dar atenção ao meu namorado. Os fãs não entendem que cada um tem a sua vida e seus compromissos", reclama.


'Quero ter logo três filhos de uma vez'
Prestes a completar um ano de namoro, a ex-BBB conta que, apesar das perguntas frequentes sobre o assunto, o casamento ainda está longe de acontecer. "Meu sonho é ter minha família, mas, nesse momento, não casaria por maturidade mesmo. Acho que temos que ir com calma. Casamento para mim é algo muito sério: não vou casar achando que, se não der certo, separo depois", diz. "Mas ai dele se não casar comigo!", brinca.O sonho de ser mãe, no entanto, já tem data certa (ou quase): Fernanda quer engravidar aos 33 anos: "Sinto que vou ter que esperar para ser mãe porque, no momento, quero ter uma vida profissional que não condiz. Até porque, a partir do momento em que parar para ter filhos, quero ter logo três de uma vez. E, se não tiver oportunidade de ter, vou adotar. Gosto de família grande", explica. Quando questionada sobre a opinião de André em relação a isso, a mineira responde: "Ele não tem direito de falar nada, não! Tem mais é que obedecer".
'Minha meta é pesar 60kg'
Em 2013, o corpo de Fernanda também mudou: desde que saiu do "BBB", a mineira emagreceu sete quilos. "Quando entrei no programa, tinha uma forma física bem de atleta. Pesava 70kg, mas tinha uma massa muscular gigante e um percentual de gordura baixo, então tinha um corpo bem musculoso e bem definido. Quando saí da casa, por causa da falta de rotina, perdi muita massa muscular, mas quase não perdi gordura. Deixei de ter o corpo definido", diz ela. "Às vezes, vejo algumas imagens na TV e tenho saudade das pernocas que eu tinha, apesar de saber que esse tipo de corpo não fica tão bem no vídeo".



Atualmente, a ex-BBB pesa 64kg. "Esse corpo de academia exige esforço e disciplina fora do normal, porque você tem que dormir bem, comer no horário certo e treinar regularmente. Então, optei por ser uma mulher magra porque, nas atuais circunstâncias, para mim é mais fácil ser magra do que ser sarada. Para isso, seguro muito na alimentação. Às vezes, quando estou viajando, chego à noite no hotel cansada e querendo jantar, mas me obrigo a comer um lanchinho leve e vou dormir com fome mesmo. Minha meta é pesar 60kg", conta.Apesar da disciplina para controlar o peso, a mineira diz que anda satisfeita com suas curvas. "Gosto do meu corpo e me sinto bem. Sou uma mulher grande, jamais vou ser esquelética. A única coisa que me incomoda é meu culote, que não sai por nada".

Depois de um 2013 com a agenda concorridíssima, Fernanda afirma que, em 2014, não quer saber de descansar. "Estou sempre estudando e me aprimorando para estar pronta quando as oportunidades surgirem", diz. O motivo para isso é um só: pressa. "Tenho medo de não dar tempo de fazer tudo que quero fazer na minha vida. Não que eu vá morrer, mas que perca o timing, de fazer 35, 40 anos e não ter conseguido conquistar as coisas", finaliza.Beleza: Cleide Araújo / Agradecimento: Miramar Hotel by Windsor
Equipe EGO moda e beleza: Mirelle de França (editora chefe), Ana Paula Andrade (editora), Victor Hugo Camara (repórter) e Marcos Serra Lima (fotógrafo)







Nenhum comentário:

Postar um comentário