PÁGINAS

domingo, 1 de dezembro de 2013

Em jogo de seis gols, Vitória bate Flamengo e ainda sonha com Libertadores


No duelo de Rubro-negros, os dois times viviam momentos diferentes. Enquanto o Vitória entrou em campo neste sábado (30), no Barradão, para lutar para se manter vivo na briga para garantir uma vaga para a Taça Libertadores da América, o Flamengo, mais relaxado, ainda comemorava o título da Copa do Brasil e não tinha mais pretensões no Brasileirão. Neste cenário, se deu melhor quem lutou mais pelo resultado: o Rubro-negro baiano. Com dois gols de Dinei, Maxi Biancucchi e Marquinhos, o Leão derrotou o time carioca por 4 a 2 e ainda briga pelo G-4. Com 58 pontos, a equipe de Ney Franco está a um ponto da zona de classificação. 
Dinei desperdiça pênalti
O Vitória queria o gol e partiu para cima nos primeiros segundos de jogo. Porém, quem teve a primeira chance clara foi o Flamengo. Adryan chegou livre na área adversário e chutou cruzado, mas Wilson defendeu em dois toques. O lance não intimidou o Leão, que seguiu pressionando com o apoio da torcida. O ritmo frenético dos primeiros minutos, no entanto, diminuiu ao longo do tempo. 
Ainda assim, a iniciativa era do Rubro-negro baiano. De tanto insistir, os donos da casa conseguiram um pênalti a favor. Paulo Victor derrubou Dinei dentro da área e o próprio 
Atacante cobrou. Porém, para o desespero da torcida, desperdiçou. A chance perdida de sair na frente do placar não desanimou o Leão. O time de Ney Franco continuava bem em campo e dominava o rival, forçando mais o ataque.
Dinei se redime e abre o placar; Wallace empata
Alternando momentos de mais pressão com paciência de tocar a bola, o Vitória seguia um pouco melhor que o Rubro-negro carioca. E, com isso, as chances apareciam. Aos 26 minutos, Marquinhos apareceu na área, pegou a sobra e soltou uma bomba. A bola, no entanto, desviou na zaga e explodiu no travessão. A partir dos 30 minutos, o jogo deu uma desacelerada e o Flamengo tornou a partida mais equilibrada. Mas antes de acabar o primeiro tempo, o Leão ainda teve mais uma chance de abrir o placar, mas parou nas boas defesas de Paulo Victor. Porém, Dinei, aos 43 minutos teve a chance de se redimir e assim o fez. Ele recebeu passe dentro da área de Marquinhos e enfiou a bola para o fundo da rede. 

Enquanto a torcida do Vitória comemorava o gol, o Flamengo partiu para cima e fez o que queria: garantiu o empate antes do primeiro tempo acabar. Wallace, ex-Leão, após cobrança de escanteio encheu o pé e estufou a rede de Wilson.


Vitória marca aos 2 minutos
O Vitória começou o segundo tempo do mesmo jeito do primeiro: pressionando. E, se na primeira etapa demorou para fazer efeito, na parte final da parte foi muito mais rápido. Aos 2 minutos Maxi Biancucchi marcou um golaço e colocou o Rubro-negro baiano novamente a frente no placar. O gol animou ainda mais os donos que, com o apoio e empolgação da torcida, partia para o ataque. Enquanto isso, o Flamengo parecia meio perdido em campo.


Hernane empata novamente, mas Dinei faz outro
Mas não demorou muito para os visitantes, após algumas investidas do adversário, mostrar que não estava apenas comemorando o título da última quarta-feira. Aos 14 minutos, Hernane, o Brocador, trouxe a igualdade novamente ao placar.


O Vitória, no entanto, ainda queria mais. O jogo continuou bom, com os dois times buscando o gol. Prova disso é que o Leão, três minutos depois, ficou novamente na frente, fazendo o terceiro com Dinei. E o ritmo da partida se mantinha frenético. O Flamengo não desistia de achar o gol de empate, enquanto os donos da casa queriam mais um gol para ter tranquilidade. Aos 29 minutos, o desejo quase foi concretizado. Maxi ganhou na corrida e cruzou na área, Marquinhos tentou encobrir Paulo Victor, mas o goleiro fez excelente defesa.


Marquinhos fecha vitória
De tanto tentar o Vitória conseguiu. O ataque rubro-negro, mais uma vez, foi eficiente. Marquinhos tocou para Dinei, que fez o pivô e devolveu para o companheiro. Eficiente, o atacante fez o quarto do Leão. A partir daí, foi só festa no Barradão. Os mais de 27 mil torcedores presentes no estádio agora torcem pela derrota do Goiás diante do Grêmio para continuar torcendo por uma vaga na Libertadores. 

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 4 X 2 FLAMENGO
Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data: 1º de dezembro de 2013, domingo
Hora: 16 horas (horário de Salvador) 
Árbitro: Paulo Cesar de Oliveira (SP) 
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Rogerio Pablos Zanardo (SP)
Gols: Dinei (2), Maxi Biancucchi e Marquinhos (Vitória); Wallace e Hernane (Flamengo)

VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Cáceres, Renato Cajá (Danilo Tarracha) e Escudero (Wiilliam Henrique) ; Marquinhos, Dinei e Maxi Biancucchi (Luiz Gustavo).
Técnico: Ney Franco

FLAMENGO: Paulo Victor, Digão, Wallace, Samir, João Paulo; Amaral, Luis Antônio, Adryan, Gabriel (Nixon); Bruninho (Rafinha) e Hernane
Técnico: Jayme de Almeida. por Cláudia Callado. Foto Max Haack

Nenhum comentário:

Postar um comentário