PÁGINAS

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Yulo prestigia caminhadas em homenagem ao Dia da Consciência Negra‏


A memória de Zumbi, principal líder do Quilombo dos Palmares, um dos maiores símbolos da resistência à escravidão no Brasil, foi exaltada nesta quarta-feira (20), Dia da Consciência Negra, data que marca sua morte e decapitação na cidade de Olinda, em Pernambuco.Festejado com caminhadas e diversas ações que marcaram a comemoração do dia em Salvador, representantes de grupos, coletivos e entidades ligadas ao Movimento Negro participaram das atividades realizadas em diferentes bairros da capital.Militante na luta contra o extermínio da juventude negra no Brasil e da garantia dos direitos humanos, o deputado e vice-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Al-Ba), Yulo Oiticica, participou de duas caminhadas em celebração da data. A primeira, durante a manhã no Subúrbio Ferroviário e a segunda a tarde, quando o petista marcou presença na mais tradicional marcha da Consciência Negra, realizada há 34 edições pelo Conem, no bairro do Campo Grande.“A cidade mais negra do mundo, fora do continente Africano, tem que ser conhecida como é: pela inteligência de Milton Santos e o samba reggae do Neguinho do Samba, e não pela morte da juventude negra. É preciso entender que a palavra final não é castigo, mas sim resistência. Vamos juntos na luta contra o racismo e na garantia dos direitos, na perspectiva de uma sociedade igualitária”, destacou o parlamentar durante sua passagem no Campo Grande.A preocupação destacada pelo edil é baseada nos dados que apontam 70% das vítimas de assassinatos no Brasil são negros, segundo pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa e Economia Aplicada (Ipea). Ainda de acordo com a fonte, a chance de um adolescente negro ser assassinado é 3,7 vezes maior em comparação com os brancos.Ascom Dep. Yulo Oiticica (PT), Vice-presidente da Al-Ba

Nenhum comentário:

Postar um comentário