PÁGINAS

sábado, 23 de novembro de 2013

Sistema que utiliza ar comprimido como combustível para carros deve chegar até 2016

Pelo menos uma vez na vida qualquer motorista já sonhou com um carro movido a água ou a ar. Pelo menos parte disso já está acontecendo, pois há três anos e meio, a PSA Peugeot Citroën está trabalhando em uma tecnologia chamada de Hybrid Air, uma solução full hybrid que une um motor térmico com um sistema hidráulico acionado por ar comprimido.
Essa tecnologia, única no mundo, foi desenvolvida pela empresa francesa em colaboração com a Bosch e revelada mundialmente este ano. Ela segue os objetivos do Grupo PSA de atender os desafios mundiais referentes às emissões de gases de efeito estufa e a redução de poluentes e propor aos clientes carros equipados com um sistema híbrido completamente novo e acessível para a  maioria em termos de preço e desempenho. A ideia é equipar veículos como o C3 e o 208, que vão custar entre entre 15 mil e 20 mil euros (entre R$ 46 mil e R$ 62 mil), com esse sistema.
O novo sistema está sendo testado no Citroën C3 (foto) e no Peugeot 208



Com esta tecnologia revolucionária é possível uma diminuição de 45% do consumo de combustível na cidade de um carro compacto em relação a um com motor a gasolina equivalente, o que pode levar ao consumo de 34 km/l.

O sistema Hybrid Air baseia-se na associação de várias tecnologias extensivamente comprovadas e testadas: uma motorização a gasolina, um sistema de armazenagem de energia sob a forma de ar comprimido, um conjunto composto de dois motores-bombas hidráulicas e uma transmissão automática que trabalha com um conjunto de engrenagem epicicloidal.

O sistema possui uma central de controle inteligente que adapta o modo de operação para comandos do motorista e eficiência de energia em três modos diferentes: Air (ZEV – Zero Emission Vehicle) – ativo até 70 km/h; apenas a gasolina e combinado, quando o mecanismo com ar comprimido contribui como boost em acelerações 
e retomadas.

A PSA Peugeot Citroën acredita que em três anos o Hybrid Air já estará sendo oferecido na Europa. Para o Brasil ainda não há previsão. Inclusive, no evento de apresentação da tecnologia no Brasil, os executivos da PSA e da Bosch - parceira da empresa francesa no projeto -, pontuaram que é necessária uma política de subsídio para veículos híbridos no país.

REALIDADE NACIONAL   
Atualmente os dois veículos hibrídos mais vendidos no Brasil são o Ford Fusion e o Toyota Prius - ambos importados e que utilizam um 
motor elétrico e outro a gasolina - mas apesar de serem mais econômicos e menos agressivos ao meio ambiente não gozam de nenhum benefício tributário.

Os carros movidos apenas por motores elétricos, que já são realidade na Europa e Estados Unidos, também não têm nenhum incentivo no país.

Confira uma animação sobre o funcionamento do sistema

Nenhum comentário:

Postar um comentário