PÁGINAS

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Secretaria de Agricultura, Comércio, Indústria e Meio Ambiente realizou reunião com feirantes do segmento de Confecções, em S.A.Jesus

Por ANTONIO MASCARENHAS
Realizada no último dia 30, no Salão de Eventos do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santo Antonio de Jesus, reunião entre a Secretaria de Agricultura, Comércio, Indústria e Meio Ambiente (comandada por José Carlos Toneto)  e os feirantes do segmento de Confecções na feira livre  deste município. Presentes na oportunidade, além do titular da pasta, no governo Humberto Leite, o Cap. Luiz Braga, representando o 14o. BPM, Carlos Henrique (gerente do SEBRAE), Dra. Gilsonilda, advogada e Diretora de Comércio e Indústria, Cristiane Santos (representando a ACESAJ), Antonio Mascarenhas, Bartolomeu (SACIMA) e feirantes do segmento em apreço.  A  reunião teve por escopo ouvir pleitos e sugestões dos feirantes, além do esboço de providências que possam ser adotadas por  parte da administração. 
Iniciados os trabalhos, o secretário Toneto, além de agradecer a todos e discorrer sobre os propósitos do prefeito Humberto Leite com relação à Feira Livre, abriu espaço para que os convidados que compuseram a mesa se pronunciassem. O Cap. Luiz Cabral, referindo-se às ações que serão desenvolvidas pelo 14o. no intuito de minorar as reclamações inerentes à insegurança reinante no seio da feira, destacou preocupação da polícia militar no intuito de resolver a situação e que, para tanto, além das duas câmeras existentes, outras serão instaladas e que está sendo concluída reforma do módulo policial e que, com a instalação da Companhia de Polícia, no centro da cidade, resultados positivos serão alcançados.
Lamentou a não formalização de queixas por parte dos feirantes e que serão realizadas ações de inteligência no interior da feira. Wanderson Brito, Diretor da ACESAJ  e Cristiane Santos, também representando essa entidade, destacaram a importância do "Projeto Empreender" que, em parceria com o SEBRAE, muito poderá contribuir para os feirantes, no momento em que sejam formalizados. Retomando a palavra, Toneto asseverou que o associativismo é de extrema importância para a eclosão de pleitos, na busca por resultados. Além do apoio da administração municipal, é imperativo que os feirantes possam se organizar para, de forma conjunta e irmanada, possam competir em igualdade de condições com feirantes de outros municípios. 
Aberto espaço para pronunciamentos de feirantes, eclodiram pleitos no tocante às necessárias melhorias inerentes à limpeza, segurança, estacionamentos, carga e descarga e organização dos setores. Reportando-se a essas questões, Gilsonilda enfatizou serem legítimas as postulações mas que também haja colaboração de todos. Finalizando, o secretário destacou a importância de ações que, segundo ele, serão desenvolvidas pela administração Humberto leite para atender aos anseios dos feirantes e da população. Reputamos que é para a feira livre  que "deságua" fatia substancial da produção agrícola deste e de outros municípios da região, a exemplo de Jaguaripe, Aratuípe, Nazaré, Muniz Ferreira, Laje, Elísio Medrado, Conceição do Almeida e  esse importante espa;oc de negócios tem que se mostrar em condições higiênicas, com segurança e conforto. Fotos Antonio Mascarenhas. Postqagem, Andressa Mascarenhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário