PÁGINAS

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Em biografia, Popó revela abusos físicos do pai e 'porre' aos cinco anos

Lançada no mês de novembro, a biografia do ex-pugilista Acelino Freitas, conhecido como Popó, conta histórias de sua vida até se tornar um lutado profissional e obter sucesso nos ringues. Entre os contos retratados pelo jornalista Wagner Sarmento, estão os relatos de agressões físicas de 'Seu Babinha', pai de Popó, que tinha problemas com álcool e desaparecia por longos períodos.
"Uma vez, quando Popó tinha somente cinco anos, Babinha ultrapassou os limites do bom senso e resolveu dar cachaça à criança". Popó foi visto por vizinhos voltando cambaleando para casa e eles avisaram a mãe. "Quando ela chegou em casa, Popó estava todo vomitado. Deu uma bronca homérica em Acelino", revela trecho do livro.
Apesar do comportamento, a biografia revela que os filhos nunca abandonaram Seu Babinha e sempre colocavam a  culpa na bebida. "Alcoólatra, a bebida o transformava e ele descontava a embriaguez em Zuleica", conta a biografia. Matéria original iBahia. Correio da Bahia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário