PÁGINAS

sábado, 2 de novembro de 2013

Bela da torcida rebate musa do Vitória: 'Não tenho culpa se me consideram assim'


Acusada de se fazer passar pela vencedora do concurso Musa do Vitória, a modelo Taís Leite nega que tenha utilizado o posto para o qual foi derrotada por Hellen Christyan para se promover. “Jamais usaria o título sem ter. Não uso o nome de musa. Não tenho culpa se as pessoas me consideram assim. Não preciso me passar por ela porque tenho meu brilho e acho que ela deve ter o dela. Sou humilde e sei me colocar no meu lugar”, disse a morena neste sábado (2) em contato com o Bahia Notícias. Taís alega ter documentos que comprovam a divulgação de suas participações em eventos como a “bela da torcida”, prêmio que teria recebido em 2012 após concurso realizado pelo portal UOL, e não como musa do Vitória. “O concurso [do UOL] teve fraude, mas fiquei com o título porque ganhei na votação do público”, explicou, ao contar que o posto teria sido concedido antes mesmo da escolha de Hellen como musa rubro-negra. “Já era bela da torcida antes de Hellen ser musa”, pontuou.
“No ano passado, fiz um ensaio sensual em uma boate e patenteei uma frase para usar na campanha de acesso à série A: ‘A felina vem com tudo e o Leão vai subir’. Depois, quando o Vitória subiu, lancei outra: ‘A felina vem com tudo e o Leão já subiu’. Também fui a primeira competidora a fazer fotos com o mascote do Vitória e isso repercutiu muito”, relatou a modelo ao citar os 22 mil seguidores que tem em seu perfil do Facebook. Sobre a concorrente, Taís é enfática: “Não a conheço e não tenho intenção de prejudicá-la. Se nasci com brilho, não é ela e nem ninguém que vai apagar. Se ela ganhou o concurso, que seja uma torcedora fiel e vista, mesmo, a camisa do Vitória”.por Bárbara AffonsoFoto: Reinaldo Gama/ UOL.B.Noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário