domingo, 29 de setembro de 2013

Após noventa minutos emocionantes, Vitória goleia Atlético-PR em Curitba

Após noventa minutos de muitas emoções, o Vitória venceu o Atlético-PR nesta noite de domingo, por 5 x 3, no estádio Durival de Britto, em Curitiba, em partida válida pela 24º rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.
Com este resultado, a equipe baiana, que marcou três gols no primeiro tempo e chegou a ceder o empate, permaneceu na sexta posição na tabela de classificação da competição.
O Leão agora terá o Goiás como adversário na próxima quarta-feira, às 21h, na Arena Fonte Nova. 
Show do Leão e três gols no primeiro tempo. Pressionado pela torcida do Atlético-PR, o Vitória procurou manter a cautela nos primeiros minutos de partida e chegou bem ao ataque logo no início do confronto. Após cobrança de falta de Marquinhos, Kadu tentou cabecear, mas devolveu ao Furacão, desperdiçando uma chance boa para abrir o marcador.
Aos 11 o Furacão deu a resposta. Everton recebeu lançamento na esquerda e cruzou no meio da área, nos pés de Éderson, artilheiro do Campeonato Brasileiro com 13 gols, que tentou bater de primeira, dando uma furada espetacular. 

E sem deixar o time da casa respirar, o Leão tirou o zero do marcador aos 17. Renato Cajá recebeu cruzamento de Juan e dividiu com Pedro Botelho. A bola sobrou para ele após a defesa de Wéverton, que soltou a bomba, sem chances para o arqueiro paranaense.

Dois minutos depois os visitantes tiveram a chance de ampliar. Marquinhos foi lançado no lado direito, dentro da grande área, e bateu forte, rasteiro, exigindo de Wéverton uma grande defesa.

Melhor em campo, o rubro-negro baiano fez o segundo aos 29. Em cobrança de falta, na entrada da área, o lateral-direito Ayrton colocou a bola no ângulo de Wéverton, sem chances para defesa do goleiro do Furacão.

Sem se acomodar e mantendo um ótimo desempenho ofensivo, o Leão chegou ao terceiro gol aos 43. Dinei recebeu passe na esquerda, entrou na área, ajeitou para a perna direita e bateu firme, no ângulo de Wéverton.

Leão sofre três, marca dois e vence de forma espetacular
No primeiro lance do segundo tempo, o Leão baiano teve a oportunidade de fazer o quarto. Marquinhos recebeu passe na entrada da área e, de cara com Wéverton, chutou rasteiro, para a boa defesa de Wéverton.

Aos quatro, o Furacão tentou surpreender o Vitória e furar o bloqueio baiano em uma jogada de bola parada. Após cobrança de escanteio de Paulo Baier, Luiz Alberto subiu sozinho e testou firma, para a ótima defesa de Wilson.

Tentando diminuir o prejuízo, o Atlético-PR fez seu primeiro gol aos 11. Éderson recebeu cruzamento da esquerda de Roger e desviou no cantinho de Wilson, que nada conseguiu fazer para evitar o lance.

Éderson mostrou sua fama de artilheiro novamente aos 17. O jogador paranaense recebeu passe na entrada da área e resolveu arriscar o chute rasteiro, vencendo Wilson e levantando seu torcedor nas arquibancadas.

E depois de muito pressionar, o Furacão empatou de forma impressionante. Aos 23, João Paulo cobrou escanteio na cabeça de Roger, que testou livre, sem marcação, para colocar números iguais em Curitiba.

Mas aos 37, após suportar uma pressão incrível, o Leão fez o quarto. William Henrique foi lançado na entrada da área e bateu na saída de Wéverton, fazendo a festa da torcida baiana.

Antes de terminar o confronto, o Leão ainda marcou o quinto. Aos 40, William Henrique pegou a bola na esquerda e cruzou na medida para Ayrton, que bateu de primeira, fechando o caixao paranaense.

FICHA TÉCNICA
Série A
Atlético-PR 3 x 5 Vitória
Local: Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR).
Data: 29/09/2013
Árbitro: Paulo Henrique de Godoy Bezerra (SC)
Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago (Fifa/MG) e Nadine Schram Bastos (Asp. Fifa/SC)
Cartões amarelos: Manoel, Marcelo, Roger (Atlético-PR) / Victor Ramos, Elizeu (Vitória)
Gols: Éderson (2x), Roger (Atlético-PR) / Renato Cajá, Ayrton (2x), Dinei e William Henrique(Vitória)

Atlético-PR: Weverton; Jonas (Roger), Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho (Zezinho); Deivid, João Paulo, Everton (Dellatorre) e Paulo Baier; Marcelo e Ederson. Técnico: Vagner Mancini.

Vitória: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Elizeu, Luiz Gustavo (William Henrique), Escudero (Marcelo) e Renato Cajá (Alemão); Dinei e Marquinhos. Técnico: Ney Franco.Foto: Giuliano Gomes / Agência Estado. Por Mauricio Nailberg. BNoticias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário