sábado, 28 de setembro de 2013

Anunciada, na Urbis 1, em S.A.Jesus, a construção do CEUs (Centro de Artes e Esportes Unificados)


Por ANTONIO MASCARENHAS
Realizada na tarde deste sábado, 28, na sede da Associação de Moradores da Urbis 1, em Santo Antonio de Jesus, 1ª. Oficina inerente à PEC (Praça dos Esportes e da Cultura), agora denominada CEUs (Centro de Artes e Esportes Unificados), num projeto que conta com recursos oriundos do governo federal, na ordem de R$ 2.200.000,00 e contrapartida da administração municipal.
Presentes nesse primeiro contado com a comunidade, Álvaro Luis (Gerente de Contratos e Convênios), Carolina Magna (Ouvidora Geral do município), Nadinho (Diretor da Defesa Civil) e representantes das Secretaria Social, Lidiane (Assistente Social do Núcleo de Projetos), Mazinho do Chapéu (diretor de Projetos), Ane, Jaciman; Daiana (representando a Sec. De Educação), Antonio Mascarenhas, Júlio Mascarenhas, Toni, Rosângela e outros moradores da Urbis 1, além de Sandoval Santos, Simone e outros  moradores da comunidade  Beira Mar.
A obra em epígrafe, que deverá ocupar 3.000m2, além de áreas verdes, 2 (dois) edifícios multiuso, dispostos numa praça de esportes e lazer; CRAS, salas multiuso, biblioteca, telecentro, cineteatro, auditório com 60 lugares, quadra poliesportiva coberta, pista de skate, equipamentos de ginástica, playgroud e pista de caminhada.
As equipes do Setor de Projetos, Secretarias de Ação Social, Educação e Esportes, Cultura e Lazer, deverão efetuar todo um trabalho na comunidade pra prestar os devidos esclarecimentos pra formação do Grupo de Acompanhamento, durante a construção da obra, bem como desenvolver um processo de conscientização no que concerne a necessidade de participação da população, seja para utilização desse equipamento, seja no que tange à imperiosa preservação desse patrimônio.
Em seus pronunciamentos, Mazinho do Chapéu, após discorrer sobre a importância da obra, trouxe à baila a importância da população exercer seu direito de cidadania, cobrando mais ações do poder público, todavia, contribuindo para a preservação do patrimônio. 
Lidiane (Assistente Social), também bateu nessa tecla e, aproveitando o ensejo, asseverou que o benéfico é para toda a região e que todos devem se engajar na sua preservação. Antonio Mascarenhas adiantou que a comunidade da Urbis 1, Beira Mar, a adjacência e o município como um todo ficará regozijado diante dessa conquista. Álvaro Luis externou toda uma luta para que esse projeto fosse materializado. Nadinho, Sandoval e Simone realçaram, também, a importância do empreendimento para o município.

Ficou agendada para o dia 09 de outubro um segundo encontro para constituição do Grupo de acompanhamento da obra. Grupo que deverá contar com representantes de Associações da comunidade da Urbis 1 e adjacências. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário