quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

RS: indícios apontam que dono da boate tentaria se enforcar

Kiko (dir.) e Mauro (esq.), são os donos da boate onde ocorreu o incêndio que matou mais de 230 pessoas em Santa Maria Foto: Nabor Goulart/Agência Freelancer/Facebook / Reprodução
Kiko (dir.) e Mauro (esq.), são os donos da boate onde ocorreu o incêndio que matou mais de 230 pessoas em Santa Maria

Indícios apontam que o dono da Boate Kiss, Elissandro Spohr, conhecido como Kiko, planejava se matar no hospital de Cruz Alta (RS) onde está internado. O empresário está sob custódia no local desde a última segunda-feira, quando foi decretada a sua prisão preventiva. "Ele pendurou a mangueira no chuveiro em uma posição que sugeria a possibilidade de um enforcamento. Um policial percebeu e interveio", explicou a delegada Lylian Carús na manhã desta quarta-feira.

Segundo a delegada, Kiko demonstra estar abatido. "Isso é natural, está dentro da normalidade. A gente percebe que ele está muito abalado porque perdeu muitos amigos na tragédia na qual se sente responsável", explicou. "Além disso, ele aspirou fumaça e, como está emocionalmente abalado, isso afeta a oxigenação e prejudica ainda mais a sua recuperação", completou. Lylian disse que conversou com o médico e ainda não há previsão de alta para o empresário.
FONTE: Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário