quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Terra boa é Brasil


Não morro de amores para conhecer determinados países, principalmente  aqueles situados além mar e que dependem de longas viagens por via aérea. Os deslocamentos que fiz por este meio de transporte foram muitos porém de curta duração e ao chegar em terra firme, sinto uma imensa alegria como se tivesse ganho a liberdade após um enclausuramento provisório. Estamos chegando ao fim de 2012 e é tempo de aeroportos cheios, malas extraviadas, atrasos  de vôos domésticos, nacionais e internacionais, cálculos intermináveis sobre o limite do cartão de crédito etc e tal. Estão ocorrendo na Europa vários conflitos devido aos cortes nos gastos públicos e ao aumento do desemprego e tal situação é mais critica na Itália, Bélgica,Portugal, Grécia-esta em recessão há mais 6 anos- e Espanha. Tudo isso, porém, não é impeditivo para o deslocamento dos brasileiros para aquelas plagas. A Espanha é um dos países mais visitados deste planeta e o seu movimento turistico supera o Brasil em mais de dez vezes. 
Os espanhóis fizeram várias conquistas na América Latina durante a época pre e pós colombiana feitos estes,muitas vezes ás custas de derramamento de sangue e  torturas impostas aos nativos, que o digam os astecas, no México antigo. Aqui  no Brasil, ocorreram muitas brigas com os portugueses que culminou inclusive  com a edição do Tratado de Tordesilhas. 

Poder-se-ia pensar que a sanha em  conquistas, que o intercambio cultural, étnico e político fosem para este país , uma experiencia adquirida, um agente moderador na maneira de tratar os seres humanos mas o que se vê éum comportamento racista para com jogadores brasileiros e outros afrodescendentes que atuam em clubes de futebol local. Nos  aeroportos espanhóis já ocorreram situações humilhantes para brasileiros, inclusive aqueles com nível superior que viajavam em intercambio cultural, turistico ou mesmo pessoas em serviço. Esse estado de coisa chegou a tal ponto que  a presidenta Dilma editou um "pacote de reciprocidade" para os que nos visitavam.
Por tudo isso, recolho-me ao turismo doméstico, viajando por estradas empoeiradas do sertão, admirando as verdejantes matas de muitas regiões ou então  "perlongando as alvas praias ensombradas de coqueiros" de nosso lindo e extenso litoral.  adayltonneves@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário