segunda-feira, 30 de abril de 2012

CMDCA e Ministério Público conduziram, com esmero, a eleição dos novos Conselheiros, em S.A.Jesus

Por ANTONIO MASCARENHAS
Eleitos: Junior, Romilda, Adriano, Jilvanda e Lauro
Realizada nesse domingo, 29, no Colégio Luis Eduardo Magalhães, em Santo Antonio de Jesus, a escolha dos 05 novos Conselheiros Tutelares para um mandato de 03 anos, sendo permitia uma recondução.  A frente dos trabalhos, o CMDCA coordenado por Sílvia Brito e o Promotor Substituto da Infância e Adolescência, Waldemar Ferraz.
Em que pese tratar-se de um dia de domingo e em razão da não obrigatoriedade do voto, foi bastante positiva a participação da população que, assim, exercitou a cidadania no momento em que, através do voto secreto e livre, escolheu os novos componentes do Conselho Tutelar.
Promotor Waldemar Ferraz
Lauro, reconduzido, 1o. colocado
Diversas personalidades marcaram presença, a exemplo do Prefeito Municipal Euvaldo Rosa, Adelmo Pinheiro (Diretor do SESC), Manoel Missionário (presidente do PT), dentre outros. Terminada a votação,  (às 17h, foram adotados os procedimentos para o processo de apuração que, diga-se de passagem, assim como a própria votação, transcorreu-se sem qualquer anormalidade.

Apurados os resultados, foram eleitos: LAURO (621 votos, 1º Lugar, 14,29%), JÚNIOR KERETO (522 votos, 2º. Lugar, 12,01%), ADRIANO (463, 3º. Lugar, 10,65%), JILVANDA (402, 4º. Lugar, 9,25%) e ROMILDA (370, 5º.lugar, 8,51%). Em 1505 cédulas, apenas 01 voto em branco e 13 nulos.

Maria Luceza, Goretti e Sílvia
É de bom alvitre que se coloque que, acima de interesses pessoais, por parte desses novos integrantes do Conselho Tutelar, estão os da imperiosa defesa dos interesses das crianças em situação de ameaça, de risco  e adolescentes que se encaixem na mesma situação e os adolescentes que tenham se envolvido em atos de  criminalidade. Os novos conselheiros têm, necessariamente, que estar preparados para, ao se depararem com situações complexas, não apenas saibam utilizar-se dos preceitos do ECA (Estatuto da Criança e Adolescência) mas, também, tenham o discernimento necessário para os encaminhamentos corretos e tempestivos.  O reconhecimento do trabalho desencadeado será fruto de todo um semeio. Fotos Antonio Mascarenhas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário