sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Greve bancária entra no quarto dia de paralisação


A greve dos bancários chega nesta sexta-feira (30) ao quarto dia de mobilizações. Ontem, na Bahia 517 agências bancárias amanheceram de portas fechadas. Em todo o País, 7.672 agências tiveram suas operações paralisadas, segundo levantamento da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf).
No final da tarde de hoje, os bancários de Salvador realizam uma passeata, agendada para as 16h. De acordo com o presidente do Sindicato dos Bancáriso da Bahia, Euclides Fagundes, a categoria segue em caminhada da sede do sindicato, na Avenida Sete de Setembro, até a Praça Municipal. A próxima assembleia acontece na segunda-feira (3), às 18h, no Ginásio dos Bancários, nos Aflitos.
Greve - As paralisações ocorrem em bancos públicos e privados de 25 Estados e do Distrito Federal, de acordo com balanço feito pela Contraf a partir dos dados enviados pelos sindicatos até as 18h30 de ontem. O único Estado ainda fora da mobilização é Roraima, mas o bancários já aprovaram a deflagração de greve a partir de segunda-feira.
A categoria reivindica reajuste de 12,8% (5% de aumento real), valorização do piso, maior Participação nos Lucros e Resultados (PLR), mais contratações, fim da rotatividade, melhoria do atendimento aos clientes, fim das metas abusivas e do assédio moral, mais segurança e igualdade de oportunidades.Foto Arestides Batista. A Tarde

Nenhum comentário:

Postar um comentário