sexta-feira, 27 de agosto de 2010

O crime compensa

 Por ANTONIO MASCARENHAS.
Esse é, infelizmente, o pensamento daqueles que teimam em viver à margem da lei, apostando na impunidade. Essa mentalidade, não apenas retrógrada mas, sem sombra de dúvidas, inconsequente, faz com que determinados indivíduos desafiem o sistema, mesmo sabendo que estão colocando "na linha de tiro", sua própria existência. O desvirtuamento ideológico acaba promovendo inversão de valores, a ponto desses indivíduos perderem a noção do que significa a co-existência social. Por outro lado, por mais paradoxal que pareça,  fatia considerável da população "vê, todavia, não quer enxergar". E o que é pior...não o faz, simplesmente, por nutrir a "sensação" de segurança, de "pseudo-intocabilidade". E o que acontece? Abrem a guarda e, em o fazendo, torna-se vulnerável aos seus "predadores". Impulsionados em razão da complacência, os "fora da lei", não perdem tempo. Imagem, Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário