terça-feira, 29 de junho de 2010

José Soares Neto, "o Zé Viagem" analisa a questão de segurança empresarial.

Por JOSÉ SOARES
Diante de tantos sinistros que vêm acontecido ultimamente em nosso Municipio e em nossa Região,é prioritário e urgentemente necessário,
que  empresários do setor privado e autoridades dos setores públicos, os verdadeiros responsaveis pelas áreas de segurança, invistam e fiscalizem algumas  empresas que, por omissão ou falta de conhecimento de causa, não priorizam a  segurança, relegando-a  a segundo e terceiro planos, e, muitas vezes, até, sem nenhum investimento nessa área que é  fundamental. As empresas de seguros ainda atuam timidamente nessa área, em nosso país.É necessário um trabalho de conscientização. Essas seguradoras deveriam ir mais de encontro ao empresariado para que investissem mais em seguança nas empresas.    
No mundo moderno e globalizado, principalmente  nos paises civilizados, a questão segurança é tratada com muita seriedade e competencia.Por que? Partindo do principio de que: "não adianta ter patrimonio, não adianta ter saúde e não adianta ter poder se não se houver segurança"  e é partindo deste principio, que é fundamental, que os investimentos  em segurança nas areas públicas e privadas, sejam maciços, e que  não tenham limites, a fim de  que, consequencias e prejuizos irreparaveis não bloqueiem o desenvolvimento e o progresso da civilização.  Fotos Mascarenhas



Nenhum comentário:

Postar um comentário