segunda-feira, 30 de novembro de 2009

"PESQUISA APONTA REELEIÇÃO DE WAGNER"-Investindo maciçamente em áreas vitais para o desenvolvimento do Estado, o Governador demonstra que "tem bala na agulha",principalmente junto aos movimentos sociais.

Pesquisa divulgada ontem pelo Instituto Campus, envolvendo um universo de 2587 entrevistado em todo o Estado entre os dias 15 a 23 de novembro, assegura a reeleição do governador Jaques Wagner.
Na mostra espontânea, Wagner aparece com 33,1% das intenções de voto contra 11,6% do ex-governador Paulo Souto. O ministro Geddel Vieira Lima surge em terceiro lugar com apenas 3,4%, seguindo de ACM Neto 1,6%. Já na estimulada, Wagner permanece na primeira colocação com 48,4% dos votos, enquanto Souto surge com 26,4%, Geddel 12,e% e Hilton 1,5%.
O instituto simulou também os resultados para o segundo turno. O governador  lidera, quando confrontado com Paulo Souto, com 56,3% dos votos. Seu antecessor perderia a eleição pois obteria apenas 33,1%.

GOVERNO LULA INVESTINDO NO TRANSPORTE "Caixa disponibiliza linha de crédito para motoboys a partir de hoje"

A partir desta segunda-feira, 30, a Caixa Econômica Federal (CEF) começa a disponibilizar em suas agências uma linha de crédito especial para motoboys. O programa irá financiar motos que custem até R$ 8 mil, desde que sejam motonetas e motocicletas de até 150 cilindradas de fabricação nacional, zero quilômetro.Em nota oficial, a CEF explica que as motos devem "apresentar itens de segurança regulamentados pelo Código Nacional de Trânsito (Contran), como freio a disco, pisca alerta, protetor de pernas, aparador de linha (antena corta-pipas), baú com reflexivo, colete e capacete".
O financiamento máximo de cada veículo é o equivalente a 80% do seu valor, com taxas de juros de TJLP + 12% a.a. (36 meses) e de TJLP + 18% a.a. (37 a 48 meses). Os R$ 100 milhões desta iniciativa vêm do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), uma vez que servirá para condutores que utilizam a moto para transporte de mercadorias e documentos.  Um dos pré-requisitos para conseguir o benefício é assinar o contrato do empréstimo como pessoa física e ter comprovado que possui autorização para desenvolver atividades de transporte remunerado, como trabalhadores autônomos inscritos no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e profissionais com vínculo empregatício com código CBO nº. 5191-10 “Motocicleta no transporte de documentos e pequenos valores”.

domingo, 29 de novembro de 2009

AQUECIMENTO GLOBAL: Qual a nossa participação com relação à construção de um futuro que está em nossas mãos? Até onde se estendem nossos discursos demagógicos? Fonte: andrelemos6-youtube


COMUNIDADE DO BOM JARDIM: A Tv Saj a convite da comunidade, mostra moradores cobrando ações com relação à segurança, educação, moradia. Repórter Jota Santos, "Com a Boca no Trombone"-Parte 1.2

COMUNIDADE DO BOM JARDIM: A Tv Saj, atendendo convite, mostra moradores cobrando providências com relação à segurança, educação, moradia. Repórter Jota Santos "Com a Boca no Trombone"-Parte 2.2


QUASE UMA TRAGÉDIA: Nesse vídeo, algumas cenas do incêndio que se irrompeu no Jardim das Árvores, além de algumas entrevistas.Parte 1.2


QUASE UMA TRAGÉDIA: Incêndio no Jardim das Árvores deixa população em polvorosa. Felizmente, graças à atuação brilhante do Corpo de Bombeiros, EMBASA, Polícia Militar, Tiro de Guerra, Prefeitura e moradores, o fogo foi debelado.Entrevistas, logística operacional e advertência no que tange à estocagem de produtos altamente inflamáveis em áreas residenciais. Parte 2.2


sexta-feira, 27 de novembro de 2009

QUASE UMA TRAGÉDIA: Incêndio deixa em polvorosa a comunidade do Jardim das Árvores. Que esse acidente, felizmente sem vítimas, possa servir de alerta às diversas comunidades que, por omissão, acabam convivendo com o perigo

-->
Por ANTONIO MASCARENHAS
Moradores da comunidade do Jardim das Árvores, próximo ao Bairro São Paulo, nesta cidade, forma surpreendidos, na tarde desta  sexta-feira, 27 de novembro, no momento em que as primeiras ondas de fumaça começaram a se dissipar a partir das instalações de uma empresa de coleta de material (papelão e plásticos), destinados à reciclagem, em razão de um incêndio que,  embora não tivesse provocado vítimas, trouxe prejuízos ao proprietário do aludido estabelecimento, aos moradores que perderam suas casas e ao meio ambiente em razão da pulverização de poluentes na  atmosférica.
O  incêndio poderia ganhar maiores proporções não fossem as  intervenções, tempestivas, do Corpo de Bombeiros, da EMBASA, Polícia Militar  e da Prefeitura Municipal através da Superintendências de Defesa Civil,  de Trânsito,  de Serviços, das Secretaria de Infra-Estrutura  e Ação Social que, de forma conjunta não mediram esforços para  adotarem  todos os procedimentos necessários.

Também mereceu destaque a participação da comunidade que, de forma solidária, contribuiu para a evacuação de pertences de moradores de casas próximas ao local do acidente. Moradores que, atônitos, extravasam  já haverem  alertado determinadas autoridades acerca do perigo que  representa para a comunidade a instalação de uma empresa de reciclagem de material altamente inflamável numa área residencial.

Embora seja esperado o resultado de perícia técnica a ser realizada no local, especulações entre pessoas que se fizeram  presentes no local, davam  conta de que faíscas elétricas decorrentes de determinado aparelho  que teria sido deixado ligado no galpão, durante o horário de almoço, teriam  atingido algum material próximo que, por ser altamente inflamável, acabou desencadeando o acidente.
Além do pessoal destacado para atuar no local, vários veículos deram suporte à operação, a exemplo dos encaminhados pelo Corpo de Bombeiros, Embasa, Polícia Militar, Superintendência de Trânsito, Ação Social e empresa como a Comercial São Luiz.   Logística que, se não foi suficiente para estancar o fogo de forma mais célere, pelo menos serviu para  instrumentar as equipes que, brilhantemente, atuaram nessa operação.


Debelado o fogo, ficam as cinzas. E as cinzas sugerem recomeço. Por outro lado,  é sempre importante que diante de fatos como esse, façamos alertas. O município cresce e, paralelo a esse crescimento, o aumento dois problemas, muitos deles históricos, é verdade, mas que, caso não haja tomada de consciência, tendem  a se avolumarem e, aí, as remediações, os paliativos, nem sempre serão eficazes. É  imperativo que as comunidades  estejam unidas não apenas nesses momentos difíceis.  É necessário que estejam sempre  discutindo os problemas porventura existentes, de maneira que possam ser levados aos poderes públicos em busca de soluções cabíveis e tempestivas.
Cabe,  portanto, a essas comunidades que, no momento em tenham  conhecimento acerca de prováveis instalações de empresas que desenvolvam atividades perigosas, em áreas residenciais, repetimos, reúnam-se para que, de forma conjunta e organizada, tomem providências  cabíveis junto aos canais competentes, de maneira que não tenham que correr atrás do prejuízo. Assim como empresas que lidam com materiais recicláveis, outras que instalam antenas de telefonia celular, revenda de botijões de gás, etc. Felizmente já podemos contar com Corpo de Bombeiros, órgão de defesa civil, todavia é sempre importante  trabalharmos em cima da prevenção. Ademais, é  fundamental que  procuremos defender nossos direitos ou estaremos fadados  a sofrer as consequências fomentadas pelo imobilismo.    Fotos: Antonio Mascarenhas

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL DENUNCIA MALUF E TUMA POR OCULTAÇÃO DE CADÁVER





O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) e o senador Romeu Tuma (PTB-SP) foram denunciados por ocultação de cadáveres de opositores da ditadura militar, entre 1964 e 1985, nesta quinta-feira (26) pelo Ministério Público Federal (MPF). Corpos dos desaparecidos foram encontrados na década de 80 em valas de indigentes nos cemitérios de Perus e Vila Formosa, na cidade de São Paulo, administrada várias vezes no período pelo pepista. Já Tuma foi chefe do Departamento Estadual de Ordem Política e Social (Dops) entre 1966 e 1983. 
A ação, encaminhada à Justiça Federal, aponta que “É possível afirmar, portanto, que Paulo Maluf contribuiu – na condição de prefeito – para a destinação do Cemitério de Perus ao sepultamento clandestino de dissidentes políticos da ditadura, como parte do projeto de governo autoritário do qual tomava parte”. Em relação ao senador, o MPF afirma que embora fosse delegado, ele atuou também sob as “ordens do Exército”.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

MEIO AMBIENTE: Ceticismo sobre mudança climática aumenta nos EUA, diz estudo

A porcentagem de americanos que acreditam na mudança climática caiu de 80% para 72% no último ano, segundo uma nova pesquisa que mostra, porém, que a maioria ainda apoia a fixação de um limite às emissões de gases poluentes.A pesquisa do diário Washington Post e do canal de televisão ABC indica também que 55% dos americanos acreditam que os Estados Unidos deveriam cortar suas emissões de CO2, mesmo se outros grandes poluidores como China e Índia fizerem menos a respeito.Segundo o Post, a sondagem sugere uma crescente polarização em torno do tema justo no momento em que a Casa Branca e os democratas no Congresso intensificam os esforços para aprovar uma legislação a respeito.
O presidente dos EUA, Barack Obama, já anunciou que estará em Copenhague no próximo dia 9 de dezembro para a cúpula sobre mudança climática da ONU. Os responsáveis pela pesquisa divulgada nesta quarta assinalaram que esse maior ceticismo sobre a mudança climática se deve em grande medida a uma alteração da percepção da questão entre os republicanos.O Post assinala, nesse sentido, que 54% dos republicanos acreditam agora no aquecimento do planeta, contra 76% que consideravam esse tema um problema há três anos e meio.Entre os eleitores independentes essa porcentagem caiu de 86% para 71% no mesmo período. China e EUA são os dois países mais poluentes do mundo. A União Europeia exigiu na segunda-feira que ambos se comprometam a reduzir as emissões durante a cúpula de Copenhague.
Fonte: Site Terra, Google (fotos)

EXCLUSIVIDADE: JONAS PAULO, Presidente do PT na Bahia, concede entrevista à TV Saj e fala sobre ações do governo do Estado na Região, eleições de Diretórios e outros assuntos. Parte 1.2


Repórter Sandoval Santos, Imagens e Edição, Antonio Mascarenhas.

BELEZA FEMININA: 08 coisas que devem ser feitas antes de uma visita ao ginecologista.

-->
 Ir ao ginecologista periodicamente é fundamental. Mas, quando a  data da consulta se aproxima, algumas dúvidas costumam povoar a cabeça das mulheres: "Devo ou não me depilar?", "Posso manter relações sexuais no dia?", "É importante usar a ducha vaginal?". Para esclarecer essas e outras perguntas, confira oito dicas do ginecologista Eliano Pellini, chefe do setor de saúde e medicina sexual da Faculdade de Medicina do ABC.1) A mulher não precisa estar depilada para ir ao ginecologista. Os pelos, além de proteger, indicam ao médico a quantidade de hormônios femininos e masculinos. Se quiser, pode depilar-se sem excesso, evitando irritações, como é permitido no dia a dia. Ou seja, nada de opções artísticas, com formatos de flores e corações, hein? "A recomendação para ficar confortável com o biquíni ou a calcinha sem deixar a região exposta é depilar três dedos acima do clitóris e deixar dois dedos nas laterais. Os pelos não podem ser muito curtos, por isso, devem ter dois dedos de altura."2) Tire da cabeça a ideia de usar ducha vaginal. Ela prejudica o exame de papanicolau.3) Tomar banho não atrapalha os exames. Siga o conselho anterior e use sabonetes com pH ácido (entre 3,5 e 5) sempre.
4) Se possível, urine antes da consulta. É que o instrumento que abre a vagina pode causar certo desconforto na bexiga, o que torna o exame mais incômodo. O papel higiênico ou o lenço úmido não pode ser esfregado, apenas deve tocar o local para absorver o líquido. "Caso contrário, os fragmentos do papel ficam colados e é preciso usar uma solução de soro para tirá-los, o que costuma deixar a mulher constrangida."5) Por mais que esteja com vontade, não tenha relações sexuais no dia anterior e, muito menos, no dia de ir ao médico. O esperma e a camisinha alteram o pH, e o contato sexual promove descamação da pele. Portanto, guarde suas fantasias e desejos para depois.6) O ideal é agendar a consulta entre cinco a sete dias após a menstruação, quando as mamas estão mais macias. A menstruação pode atrapalhar a coleta de alguns exames.7) Não use cremes vaginais por dois ou três dias.8) Informe tudo ao médico, sem constrangimentos. A lista de detalhes importantes a serem informados conta com o uso de pílula e de antibióticos, contato com doenças sexualmente transmissíveis, cirurgia ginecológica, parto, aborto, desconforto sexual,dificuldade para colocar ou retirar absorvente interno, entre outros.

POLÍCIA:JOTA SANTOS, a convite da comunidade de Água Comprida, ouve morador e conclama policiamento para Zona Rural

ENTRE OS PORCOS-Irreverência: repórter JOTA SANTOS entrevista morador da comunidade da Água Comprida em S. A. de Jesus

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

HOSPITAL REGIONAL: Lula, Wagner e Euvaldo entregam à população de S.A.de Jesus e região uma das mais importantes obras do Estado.

-->
Por ANTONIO MASCARENHAS
A entrada em funcionamento do Hospital Regional de Santo Antonio de Jesus representa não apenas o término de toda uma ansiedade da população do município e de cidades circunvizinhas  que, durante  18 anos teve que conviver com sofrimentos,  mas,  sobretudo, a certeza de que toda uma história de luta está sendo consolidada, onde não se pode deixar de evidenciar a  importância de todos que estiveram envolvidos nesse processo, em que pese os percalços, os erros, as dificuldades que chegaram, inclusive, a ensejar a demolição de parte considerável da construção, na sua fase inicial.
Após 18 anos de gestação, finalmente "nasce a criança " que, convenhamos, teve vários "pais", cada um com seus méritos. Durante esse período, todos gestores deram suas valiosas contribuições a exemplo de Renato Machado, um homem que tinha uma preocupação muito grande, principalmente com os menos favorecidos;  Álvaro Bessa,  que também muito batalhou para o prosseguimento das obras, tendo seu apogeu na administração do atual prefeito, Dr. Euvaldo Rosa, que, diga-se de  passagem, não mediu esforços em estar constantemente em Brasília  atrás de recursos para a conclusão da obra.   

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA: O que tem cor não é a pele. Ao contrário: o preconceito

 Por ANTONIO MASCARENHAS
Celebrada em todo o país como o dia da consciência negra,  a data de 20 de novembro não caracteriza apenas como um tributo à memória de Zumbi dos Palmares que faleceu em 1695, mas, principalmente,  um marco para reflexão acerca da inserção do negro na sociedade brasileira que até hoje carrega, nas suas entranhas, marcas de toda uma saga de escravidão que não apenas provocou seqüelas físicas. Mais que isso: na alma de um povo que com seu suor, com sua compelida subserviência,  contribuiu para  a edificação de uma sociedade que, infelizmente, ainda se envolve no manto do preconceito.
Muitas entidades neste país, a exemplo do Movimento Negro, realizam palestras, seminários, eventos educativos, sempre no sentido de evitar a postergação do auto-preconceito, de buscar a inserção do negro  no mercado de trabalho, nas universidades, mesmo porque, há uma dívida histórica de desigualdade social. Uma desigualdade fomentada por aqueles que buscam,  através da cor da pele, estabelecer divisionismo étnico.
Por conta disso, o estabelecimento de cotas para ingresso nas universidades visa, não apenas minorar essa defasagem mas, sobretudo, corrigir distorções que, sem sombra de dúvidas, contribuíram para a estratificação social de maneira que as classes, financeiramente dominantes,   pudessem galgar posições cada vez mais privilegiadas, em detrimento do oferecimento de baixos níveis de educação, melhor dizendo, "aprendizado", a ser assimilado por parte das classes por eles julgadas subalternas, no caso, a dos negros e, principalmente, dos que vivem em condições  paupérrimas.

Entendemos que muito mais do que celebrada, a Semana de Consciência Negra deve ser discutida não apenas por parte das pessoas negras mas, sobretudo, por toda uma sociedade que, queira ou não, tem o mesmo sangue em suas veias. Uma sociedade que rotula, estigmatiza, deprecia mas que, por outro lado,  mesmo que não queira admitir, em que pese a grandiosidade para alguns, enquanto seres humanos pensantes,  generosos e cientes   da vontade de Deus, não deve julgar-se, em nenhum momento superior em razão de etnia.  Esperamos, por conseguinte, que essa mesma sociedade, paulatinamente, possa dimensionar sua finitude enquanto matéria e que, em razão disso, possa buscar se auto-encontrar enquanto ser humano.
OBS: Matéria também publicada no BLOG DO VALENTE, inerente a matéria postada , em 19.11, por Celso Rommel intitulada "Caminhada marcará dia da Consciência Negra em Santo Antonio de Jesus"

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

EX-GAY? Psicóloga evangélica desiste de atender quem quer deixar de ser gay

A psicóloga evangélica Rozangela Justino comunicou à “sociedade brasileira” em seu blog que não mais atenderá as pessoas que desejam deixar de ser gays. Ela disse que, além de pressão do CFP (Conselho Federal de Psicologia), tem sido ameaçada de morte por militantes gays. “Já comuniquei as autoridades a respeito de tais ameaças.” Em julho deste ano, o CFP anunciou uma censura pública a Rozangela com base na resolução 01/99 da entidade segundo a qual a homossexualidade não é doença, nem distúrbio e perversão.
Na época ela já dizia estar sendo recebendo ameaças anônimas, tanto que, para não ser reconhecida, deu entrevista com uma máscara hospitalar (foto).  Mesmo assim reafirmou que ia continuar tratando de pessoas descontentes com a sua homossexualidade.  Agora, Rozangela mudou de idéia para não perder o registro profissional.  “Estou gradativamente encerrando as minhas atividades no consultório e desde a minha punição pelo CFP não recebo pacientes novos”, escreveu. Disse estar inconformada em ter de abandonar um trabalho o qual desenvolve desde 1988.  E, reafirmando o seu ponto de vista, que tanto tem desagrado o movimento gay, disse que ninguém nasce homossexual, e quem deseja deixar de sê-lo deveria ter o direito de contar com a ajuda de profissionais da psicologia.
RESULTADO DA ENQUETE:
Você já tentou deixar de ser gay?   Sim, mas não deu certo -  20%    Sim, sou um ex-gay  - 25%
Não, estou feliz assim - 36%  Não, mas gostaria de não ser gay - 17%   Total Votos: 137




CHARGE DO DIA

CAETANO VELOSO: AVESSO DO AVESSO-Dona Canô vai ligar para Lula e pedir desculpas por essa expressão da música brasileira, mas que, convenhamos, pisou na bola


A matriarca de Santo Amaro (BA) e dos Veloso, Dona Canô, deve telefonar para Lula, na segunda-feira, para afirmar que as opiniões de seu filho, Caetano Veloso, não representam o que ela e família pensam sobre o presidente. Segundo o irmão do compositor, Rodrigo, a mãe ficou contrariada com as críticas de Caetano e vai expressar também seu descontentamento ao filho.
- Quero ver se ela consegue ligar, na segunda-feira, pessoalmente, para o gabinete do presidente. Lógico que não temos nada com as declarações dele, a gente respeita, mas não é o que pensamos. Sou petista de carteirinha. Sempre votamos em Lula. E tem a amizade do presidente com minha mãe, ele sempre liga no aniversário dela.
Em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo, Caetano Veloso declarou voto à senadora Marina Silva (PV) e afirmou que Lula é "analfabeto": "Marina é Lula e é Obama ao mesmo tempo. Ela é meio preta, é uma cabocla. É inteligente como o Obama, não é analfabeta como o Lula, que não sabe falar, é cafona falando, grosseiro."
Secretário de Cultura de Santo Amaro, Rodrigo Veloso sentiu-se obrigado a se manifestar, publicamente, contra os termos da entrevista. Num evento ligado à Agricultura com secretários do governador baiano Jaques Wagner (PT), ele subiu ao palanque e pediu que a mensagem da mãe fosse levada ao Planalto. Rodrigo teme que o veio polemista do irmão mais novo Caetano prejudique a cidade.
Recentemente, Dona Canô enviou uma carta a Lula, na qual pediu recursos financeiros e a ajuda do Ministério da Saúde para a reforma da Santa Casa de Misericórdia do município do Recôncavo Baiano, a 81 km de Salvador.
- Nem sei por onde Caetano anda, certamente ele vai ligar quando souber disso. Ele é polêmico, gosta dessas loucuras. Mas nossa opinião é o avesso do avesso - explica Rodrigo Veloso, que sorri e enfatiza: - É o avesso do avesso do avesso...   (FONTE: Matéria publicada no site Terra Magazine.Por Claudio Leal.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

PESQUISAS ELEITORAIS: Até que ponto os números são fantasiosos

Por ANTONIO MASCARENHAS
QUEM NÃO CUIDA DOS SEUS, NÃO TEM GARANTIA DOS OUTROS

"O governador Jaques Wagner aparece na folgada dianteira das intenções de voto, uma outra pesquisa, essa divulgada pelo DEM aponta na direção totalmente contrária, dando vantagem tranquila de Paulo Souto na preferência do eleitor. Diante de tal quadro, como se basear em números imparciais para se medir a temperatura eleitoral no estado?  Já há quem prefira não confiar mais em pesquisa eleitoral, especialmente as encomendadas por políticos em campanha.  Segundo Wagner, ele teria 40% das intenções de voto, contra 30% de Paulo Souto (DEM) e 11% do ministro Geddel Vieira Lima (PMDB). O governador, segundo o jornal A Tarde, encara o quadro sucessório numa perspectiva de disputa entre ele e Souto, num possível segundo turno..." (Blog do Valente-Matéria: "EM QUEM CONFIAR QUANDO O ASSUNTO É PESQUISA ELEITORAL NA BAHIA?)

NOSSO COMENTÁRIO:

O objetivo de todas as pesquisas é o de diagnosticar,num universo pré-estabelecido, informações que, baseadas em amostragens, possam determinar preferências com relação às tendências, sejam com relação a comportamentos, ao consumo de determinados produtos, sejam no que concerne à política partidária, com relação a preferência por determinados candidatos.

Obviamente que os resultados obtidos espelharão nuances diretamente ligadas a momentos, conjunturas, de maneira que, após processamento dos dados e análise dos resultados, poderão oferecer definições que possam sugerir prognósticos e projeções. Consubstanciadas nessa diretrizes, as expectativas podem ser tangíveis ou não. Por exemplo: se pesquisas acerca da produção de feijão forem feitas e, de repente, se irrompe uma seca muito intensa, todos os prognósticos acerca da produtividade cairão por terra. O mesmo acontece na política. No momento em que os candidatos se dirigem à população e começarem a falar de seus projetos e também passarem a ser crivados por críticas e denúncias fundamentadas, a população, até então pesquisada, poderá mudar de opinião.
 Entendemos que nessa fase pré-eleitoral, todas as facções políticas procuram fazer suas pesquisas, principalmente as de “caráter interno”, não-divulgáveis. Diante de resultados negativos, claro que procuram guardá-los "à sete chaves", ao mesmo tempo em procuram encomendar pesquisas que enfoquem regiões que, notadamente, lhes sejam favoráveis. Claro que os números lhes serão fbenevolentes. Então, nesses resultados alardeados, uma dessas facções, seja a de Wagner, seja a de Paulo Souto está, com certeza, alardeando resultados fantasiosos. É só esperar prá ver. Obviamente que temos nossa opinião acerca de qual dos três candidaturas  irá se sagrar vencedora quando da abertura das urnas. Até os desfraldas das cortinas, vamos nos divertir com tudo isso.
Se na última eleição ao executivo estadual as hostes de Paulo Souto “não acreditavam” que Wagner chegaria ao segundo turno (o que se ouvia da população era completamente o contrário, principalmente do funcionalismo público), como chegou e ganhou, fragmentando todos as “previsões de vitória” (se é que não sabiam dos números das pesquisas reais) há, hoje, todo um frenezi por parte dos defensores do ex-governador achando que ele, caso seja eleito, seja o salvador da pátria.
Claro que, do outro lado, havia, também, toda uma expectativa desse mesmo funcionalismo no sentido de que Wagner, apesar de todo um brilhante trabalho que vem fazendo, principalmente junto aos movimentos sociais, trabalhos relacionados à moradias, educação, saúde, infra-estrutura, etc., pudesse minorar toda uma defasagem salarial acumulada durante os governos capitaneados pelo carlismo. Claro que Wagner dispõe de tempo suficiente para apaziguar os descontentamentos, mesmo porque esses mesmos funcionários, como multiplicadores, poderão quadruplicar suas intenções na “boca da urna” e o atual governador já deve saber disso: quem não cuida dos seus, não tem como ter garantia dos outros. É esperar prá ver.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

IMPRENSA: SE TEM ASAS, POR QUE NÃO CORTÁ-LAS?

 Por ANTONIO MASCARENHAS
Pelo menos, esse é o pensamento daqueles que tentam impedir que as informações possam chegar à população. 
PELAS BARBAS DO PROFETA!
O vertiginoso crescimento da violência é uma realidade em todo o país e, o que é pior, processa-se em índices alarmantes, colocando em xeque toda e qualquer estratégia até então engendrada no intuito de, pelo menos, minorar o quadro reinante e que propiciaria à indefesa e resignada população, a sensação de “calmaria” quando, na verdade, o “fogo de monturo” continua se alastrando de forma silenciosa e draconiana.
Infelizmente, tem sido uma prática neste país, aquela velha questão do “abafa” toda vez que haja  iminência de divulgação notícias que possam ir de encontro aos interesses da “corte”. Por conta disso, adota-se a velha prática do   “amordaçamento”  e, para tanto, o silêncio,  tem sido a válvula de escape  que a população fique alheia a uma realidade que “apesar de ser vista, não pode ser enxergada”.

sábado, 7 de novembro de 2009

OLHARES: DIVERSIDADE CULTURAL NA FEIRA LIVRE DE S,A DE JESUS

Por ANTONIO MASCARENHAS
A maioria das cidades, ao longo da história,  surgiram em decorrência de fatores econômicos e religiosos, estabelecendo-se, geralmente, ao lado de rios que pudessem fornecer às populações, o precioso líquido, todavia, por outro lado, todas tiveram a preocupação de erguer  igrejas e, próximos a elas,  visando a  comercialização de produtos da região, sobretudo os oriundos da zona rural, espaços propícios ao desenvolvimento dessas atividades:  as feiras livres.
E com Santo Santo Antonio de Jesus não foi diferente. Há 129 anos, na Praça Padre Mateus a população já adquiria seus produtos e, graças à pujança de nosso povo e ao impulso da economia, fortalecido pelo fato desta cidade se situar numa privilegiada situação geográfica, ponto de passagem obrigatória de trens que fazia rota com destino a São Roques do  Paraguassu, passando por Nazaré,  o comércio tornou-se a principal vertente econômica da região, a ponto de hoje ser considerada a Capital do Recôncavo, detentora do "comércio mais barato da Bahia"..
Por outro lado, além da questão histórica e econômica, é possível que desenvolvamos olhares mais aguçados sobre nossa Feira Livre. Ela que, por conta do crescimento populacional, foi direcionada à Praça Duque de Caxias, tendo arrastado consigo diversos segmentos (cereais, confecções, agronegócios (feiraguai), alimentação, comércio formal, além dos tradicionais hortifrutigranjeiros, mandioca e seus derivados, carnes e vísceras que em, conjunto, transformam esse espaço num ambiente  rentável aos comerciantes, ao mesmo tempo que convidativo aos consumidores desta e de outras cidades circunvizinhas.
Até que ponto as práticas, costumes e hábitos desenvolvidos na Feira Livre são submetidos a olhares aguçados? A olhares que perpassem à questões estruturais, aos enfoques mercadológicos?  Como a cultura é mantida viva por homens simples e que laboram no dia-a-dia?  Homens que, sobre o lombo de animais, em cangalhas, trasnportam em panacuns, artesanalmente elaborados, sua produção de subsistência? Essas e outras vertentes culturais podem ser observadas no interior da feira-livre. Se não, vejamos:
ARTESANATO MADEIRA/CIPÓ
Panacuns são não apenas adereços mas, sobretudo, recipientes que, fixados à cangalhas, e sobre o lombo de animais, transportam a produção do homem do campo até à Feira Livre.
ARTESANATO DE BARRO
De geração em geração, o artesanato de barro também é encontrado na Feira Livre. Em que pese os requintes tecnológicos essa cultura permanece latende no seio de nossa gente, esboçando a criatividade de pessoas  tão simples.

 ARTESANATO DE PALHA
A destreza de homens simples também se faz presente na arte empregada na confecção de esteiras, chapéus, abanos, vassouras, recipientes, a partir de matéria prima como o cipó, a palha de bananeira, a palha de ouricuri, piaçava, etc. 
O FAMOSO FUMO DE CORDA
O comércio e, naturalmente, o consumo do fumo de corda configura-se não apenas como mais uma vertente mercadológica e um costume secular mas, sobretudo, o apego à tradições que permanecem enraizadas entre nossa gente.

 A TAL "FOLHA PODRE"
Não apenas nos botequins, a cachacinha conhecida por "folha podre" é facilmente encontrada em boxes, satisfazendo os adeptos de um consumo que atravessa gerações e propicia aos seus usuários a satisfação de mais um dia de labuta e conquistas.
 COMIDAS TÍPICAS
Não faltará aos aficionados, com certeza, ingredientes como o camarão, azeite, feijão de corda  para a realização de pratos típicos da região como os apetitosos carurus. Tradição viva no seio da população.
A carne de sol, além de típica da região nordestina, ao lado da carne de carneiro, de porco e de outros animais, é um dos alimentos mais consumidos pela população que frequenta a Feira Livre do município.
 ARTISTAS POPULARES
Osvaldo do Acordeon comercializa seus CDs e realiza apresentações musicais, ao passo que, Lauro, Conselheiro Tutelar, dá prosseguimento a venda de artesanato de palhas e madeira, e ainda encontra tempo para  poesias.
 SEBO CULTURAL
A preços módicos, você pode adquirir um bom livro usado no Galpão de Calçados, na barraca de Bartolomeu. A cultura está presente na Feira Livre. Resta à comunidade não apens vê-la mas, sobretudo, enxergá-la.

"MEDICINA" POPULAR
A "medicina" popular  despertando interesse, principalmente, entre os mais velhos que transmitem a seus descendentes, os conhecimentos adquiridos.. Perpetua-se, quebrando preconceitos, paradigmas,  impondo-se diante dos avanços tecnológicos.
SINCRETISMO RELIGIOSO
Mitos, rituais, crendices não seriam praticados se não encontrássemos em barracas como a de Jorge Patuá que, apesar de desenvolver atividades de capoeira, comercializa produtos que alimentam o sincretismo religioso.
 LOCAIS DE ENCONTRO
Entre tantas personalidades, você pode encontrar profissionais de diversas áreas e políticos como Dr. Leonel, Vereador Uberdan, Bartolomeu, Paulo Vilela, não apenas saboreando  iguarias mas, também, estabelcendo contato direto com a comunidade feirante.
A Feira Livre é, sem sombra de dúvidas um espaço multicultural e é de extrema importância que procuremos valorizá-lo. A pechincha, os bate-papos, os apertos de mão, os "bons-dias!", os "como vais?", os "que bom que te encontrei por aqui!", são muito mais que simples atos ou saudações triviais. Eles contribuem para manter viva uma tradição que resiste aos apelos do capitalismo selvagem que cerceia, que inibe as relações sociais,  aguçando o individualismo exacerbado que, por sua vez, rotula, estigmatiza e  cria barreiras anacrônicas.    Fotos coloridas: Antonio Mascarenhas